Policial

ORGANIZAÇÃO ESPECIALIZADA

Ladrões explodem agência do Bradesco em Douradina

09/01/2020 09H30

Pelo menos nove homens fortemente armados explodiram a agência do Banco Bradesco de Douradina (a 59 km de Umuarama) e acessaram o cofre, durante a madrugada de sexta-feira (8). O valor levado não foi divulgado. Uma equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (COPE) da Polícia Civil está em Umuarama e atuando nas investigações.

AÇÃO

Segundo a Polícia Militar, a estimativa é que os criminosos levaram 30 minutos entre o início e o fim da ação. Com as explosões, os bombeiros de Umuarama foram acionados para apagar o fogo. O prédio foi interditado por estar com a estrutura comprometida. O atendimento ao público passa a ser realizado na agência de Ivaté, a 9,5 km de distância.

EXPLOSIVO

Durante a fuga os criminosos deixaram cerca de um quilo e meio de explosivo no prédio e foi necessário acionar uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar de Curitiba, que chegou no início da manhã em Douradina e recolheu o artefato. O local precisou ficar isolado até a retirada dos explosivos.

RAJADAS

Segundo o aspirante Guilherme Schnaider do 25º BPM, testemunhas relataram terem ouvido pelo menos cinco explosões que começaram por volta da 1 hora, além de muitas rajadas e disparos de armas longas, que são de uso restrito das Forças Armadas. Para dificultar a ação da polícia, os criminosos também espalharam miguelitos (pregos) nas duas entradas da cidade (por Maria Helena e Ivaté), o que deixou muitas viaturas com os pneus furados.

APREENDIDOS

Após o roubo, dois veículos usados pelos criminosos foram apreendidos. Um VW Golf preto e blindado foi encontrado ainda dentro de Douradina. Já a pick-up Saveiro branca foi localizada em Ivaté, a menos de dez quilômetros. Esse último veículo foi furtado dois dias antes do arrombamento. Ambos estão recolhidos na sede da 7ª SDP de Umuarama e devem ser periciados.

COMPROMETIMENTO

Segundo o Aspirante Schnaider, desde o alerta do crime policiais de toda a região, inclusive do 7º BPM, de Cruzeiro do Oeste, foram mobilizados. “O pessoal que estava de folga pegou o colete e foi nos ajudar, bem como todo o pessoal que encerrava o plantão no início da manhã permaneceu atuando até a conclusão do atendimento da ocorrência”, afirmou.