Umuarama

RETA FINAL

Justiça Eleitoral prepara e lacra as urnas eletrônicas para a eleição em Umuarama

11/11/2020 16H17

Os servidores da Justiça Eleitoral de Umuarama finalizaram na segunda-feira (9) a cerimonia de assinatura digital e lacração dos sistemas das urnas eleitorais, que serão utilizadas nas eleições do próximo dia 15, as quais vão escolher prefeito e vereadores. Agora as urnas ficam trancadas no Fórum Eleitoral de Umuarama, até o dia da votação.

Foram lacradas as urnas de Umuarama, Douradina, Maria Helena e Perobal. A preparação das urnas eletrônicas tem início com a geração das mídias. Durante esse procedimento, os aplicativos de urna e as informações referentes aos eleitores, candidatos, seções eleitorais são incluídos nas mídias que serão utilizadas nas urnas eletrônicas.

No ato da preparação e lacração é permitida a fiscalização pelos partidos políticos, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (AB) e pessoas da comunidade.

Conforme o chefe do Cartório Eleitoral, Carlos Sérgio Furlan, após geradas as mídias, os cartões de memória de carga são lacrados em envelopes e numerados individualmente para cada município/zona eleitoral. Tais envelopes só serão abertos no dia da carga das urnas em seu respectivo destino, conforme determina o § 5º do art. 80 da Resolução TSE nº 23.611/2019.

Outra medida de segurança é que a urna eletrônica, nem no período de preparação para as eleições e nem durante as votações ou na fase posterior, é conectada a qualquer tipo de rede de comunicação externa.

MUDANÇA DE ZONAS

No primeiro turno das eleições 2020 a ser realizado no próximo dia 15 novembro são esperados 78.446 umuaramenses votando para prefeito e vereadores. Esses eleitores precisam ficar atentos, pois em Umuarama houve alterações em locais de votação, como também, agrupamento de seções eleitorais.

Segundo o chefe do Cartório Eleitoral, Carlos Sérgio Furlan, Umuarama tinha 33 locais de votação até 2018, porém devida as alterações de estrutura de alguns colégios eleitorais, como o Ceebja que deu lugar ao Núcleo Regional de Educação (NRE), houve um remanejamento. “Agora para 2020, alguns locais de votação foram suprimidos e hoje ficamos com 25 colégios eleitorais na Zona Eleitoral 89”, disse.

Depois de perguntar o motivo da consulta, ele terá diante de si um passo a passo para obter a resposta.

CONFIRA AS MUDANÇAS:

UNIPAR CAMPUS III (Novo local de votação)

As seções da Unipar (sede), Colégio Global, Colégio Elite Dynamis e Escola Municipal Dr. Germano Norberto Rudner foram transferidas para Unipar Campus III – localizada na Avenida Tiradentes, n. 3240.

UEM (Novo local de votação)

As seções da Colégio Estadual Padre Manoel da Nóbrega e da Escola Municipal Jardim União foram transferidas para o Campus da Universidade Estadual de Maringá (UEM), localizado na Avenida Ângelo Moreira da Fonseca, n. 1800. Zona VII.

TRANSFERÊNCIA

  • As seções do CEEBJA foram transferidas para o Colégio Estadual Paulo Alberto Tomazinho (CEPPAT).
  • As seções do Colégio Estadual Princesa Isabel foram transferidas para o Colégio Estadual Pedro II.
  • A seção do Bairro Nova União foi transferida para Serra dos Dourados.
  • Seção do Bairro Roberto Silveira foi transferida para o Colégio Estadual de Santa Eliza.

SAIBA ONDE VOTAR

  • O eleitor pode verificar onde vai votar pelo site do TSE no seguinte endereço: https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/titulo-e-local-de-votacao. Como também pelo aplicativo e-Título.
  • O e-Título também serve como documento de identificação do eleitor caso ele já tenha feito o cadastramento biométrico. Isso porque a versão digital traz a foto, o que dispensa a apresentação de outro documento de identificação.
  • O eleitor sem o cadastramento biométrico pode baixar o e-Título para saber onde votar, mas deverá apresentar um documento oficial com foto no momento da votação.