Policial

CASO GISELE PRADO

Juri acontece a portas fechadas no Fórum de Cruzeiro do Oeste

13/06/2019 15H06

CASO GISELE PRADO Juri acontece a portas fechadas no Fórum de Cruzeiro do Oeste

Umuarama – O júri popular que vai definir se o cobrador de ônibus Paulo Cesar Andrade do Nascimento, 35 anos, é culpado ou não pela morte da cantora Gisele Luzia Aparecida de Lima, a Gisele Prado, então com 26 anos, acontece desde às 9 horas desta quinta-feira (13) a portas fechadas no Fórum de Cruzeiro do Oeste, a 31 km de Umuarama. A expectativa é que a sentença seja conhecida somente durante a noite de hoje.

Na justificativa para permitir a entrada apenas do réu, defesa, Promotor Público, jurados, Polícia Militar e familiares de vítima e acusado, a juíza substituta designada Bruna Grasso Ferreira, alegou que o processo seguia em segredo de justiça desde a decretação da prisão do acusado, por envolver crime de ordem sexual.

O crime ocorreu na noite de 3 de dezembro de 2017, quando a vítima pegou uma carona com o réu. Imagens de câmeras de segurança de um posto de combustível de Nova Olímpia flagraram o momento em que a vítima entra no carro do acusado. O corpo de Gisele foi encontrado dois dias após, em meio a um canavial, as margens da PR-482, no trecho entre Nova Olímpia e Maria Helena.

CASO GISELE PRADO Juri acontece a portas fechadas no Fórum de Cruzeiro do Oeste

ADIADO

O julgamento deveria ter ocorrido em 3 de maio último, mas acabou adiado por conta de falta de magistrado na comarca de Cruzeiro do Oeste. O cobrador está preso desde a época do crime. Ele está recolhido na Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste.

Apesar de Nascimento ter confessado que matou a vítima, a defesa do réu nega a acusação de estupro e sustenta que vítima e autor mantinham uma relação consensual, o que destoa da denúncia do Ministério Público.