Umuarama

Fim do Rodízio de Plantões

Hospitais de Umuarama caminham para funcionamento 24 horas

06/09/2019 08H29

Foto: Assessoria Cisa-Amerios

A diretoria dos quatro hospitais de Umuarama, Secretaria Municipal de Saúde, reapresentantes da 12ª Regional de Saúde e prefeituras da região se reuniram para decidir sobre o fim do rodízio de plantões, empregados nos hospitais de Umuarama. O objetivo da reunião foi traçar metas para que todos os hospitais atendam 24 horas.

Segundo informações, a mudança deve ocorrer em novembro, quando os hospitais ficarão abertos todos 24 horas para o atendimento de urgência e emergência.

Os protocolos de encaminhamento dos pacientes aos hospitais de referência ainda estão sendo elaborados. “É um trabalho técnico, que está sendo realizado em conjunto pela 12ª Regional de Saúde, representantes dos hospitais e representantes da saúde de toda a região”, esclareceu a Chefe da Divisão de Atenção e Gestão em Saúde, Camilla G. Barbosa.

Segundo ela, foi realizado um encontro de trabalho, na última segunda-feira (2), na sede da 12ª Regional em Umuarama, onde estiveram presentes, além da diretoria da 12ª Regional de Saúde e do Cisa-Amerios, gestores dos quatro hospitais, o prefeito de Umuarama, Celso Pozzobom, a secretária de saúde de Umuarama, Cecília Cividini, Dr. Maxsuel Fidelis de Almeida, diretor do SAMU Noroeste, além outros médicos e autoridades de saúde.

Para a diretora da 12ª Regional de Saúde, enfermeira Viviane Herrera, esse novo sistema de atendimento significa um avanço e vai fortalecer a rede hospitalar de Umuarama. Temos hospitais credenciados em alta complexidade nas principais especialidades médicas, como cardiologia, ortopedia, obstetrícia e oncologia, com estrutura para atender com excelência. Com a mudança, cada instituição será fortalecida em sua especialidade”, disse a diretora.

O presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa-Amerios) o prefeito de Alto Piquiri, Luis Carlos Borges Cardoso, também vê benefícios com a mudança. “Isso irá beneficiar a população de toda a região, que depende dos serviços de urgência e emergência dos hospitais de Umuarama, tornando o atendimento mais rápido e eficiente”, destacou Cardoso.

Informações: Movimento Saúde