Cotidiano

FIM DO MISTÉRIO

Família reconhece carteira encontrada com ossada como sendo de seo Manoel

20/05/2021 18H58

MANOEL-DESAPARECIDO
Seo Manoel Cassemiro desapareceu em 20 de janeiro de 2020 (foto arquivo da família)

Após um ano e quatro meses, o mistério sobre o que ocorreu com o senhor Manoel Cassemiro da Cruz, então com 71 anos, está perto de chegar ao fim.

A filha Cleuza, reconheceu no início da noite desta quinta-feira (20) uma carteira como sendo de seu pai, junto aos restos mortais localizados mais cedo junto a uma plantação de bambu no fim da rua São Patrício, no Parque Dom Bosco, na região onde o idoso desapareceu em 20 de janeiro de 2020.

A busca foi retomada após um morador do Parque Dom Bosco encontrar um crânio junto a plantação de bambu, quando procurava maracujás, no início da noite de quarta-feira (19).

Ossada

Na tarde desta quinta-feira (20) investigadores do Grupo de Diligências Especiais e peritos do Instituto de Criminalística (IC) e do Médico Legal (IML) encontraram o restante da ossada, barranco abaixo, a poucos metros de onde o crânio foi encontrado. Também foram localizados uma carteira e uma botina, reconhecidos pela filha do idoso.

Exames

Todo o material foi recolhido ao IML e deve ser submetido a exames de arcada dentária e de DNA para comprovar a identidade. Não há um prazo certo para a apresentação dos resultados.

A filha de seo Manoel, Cleuza, que sempre teve a esperança de encontrar o pai com vida, descarta a possibilidade de acidente.

Possível acidente

Segundo o delegado-chefe da 7ª SDP, Osnildo Carneiro Lemes, a princípio a possibilidade é de que o idoso tenha caído da ribanceira de uma depressão que há no local. Somente após o laudo do IML será possível apontar com exatidão a causa da morte e de quem são os restos mortais.

Jornal Ilustrado - Família reconhece carteira encontrada com ossada como sendo de seo Manoel
Polícia Civil e peritos realizaram buscas na tarde de hoje e encontraram restante de ossada

Buscas

O delegado ainda esclareceu que na época do desaparecimento a Polícia Civil concentrou as buscas em um local próximo, que teria sido apontado por moradores como o último ponto em que o idoso foi visto.

“Essa área onde o corpo foi encontrado foi vasculhada pelos bombeiros e pela Polícia Militar também, com uso de cães farejadores inclusive e que possuem técnicas para buscas”, afirmou.

Desaparecimento

Manoel da Cruz saiu de sua casa, no Jardim Global por volta das 16 horas do dia 20 de janeiro de 2020 e foi visto cerca de uma hora após, quando desceu de um ônibus circular da linha Sol Nascente, no bairro Parque Dom Bosco, em Umuarama. Uma moradora chegou a conversar rapidamente com o idoso e depois ele não foi mais visto.

Buscas da família

Desde então a família promoveu uma série de ações para tentar localizar sr. Manoel e mobilizou toda a comunidade local e regional. Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros chegaram a realizar buscas nas matas nos fundos do bairro. Infelizmente até o momento todo o esforço não alcançou o objetivo almejado.

O idoso sofria do Mal de Alzheimer, crises de convulsões e de epilepsia e tomava medicação controlada.