Policial

SEQUESTRO

Família de Cruzeiro continua desaparecida, esclarece PM

27/11/2019 18H49

foto redes sociais

A família de Cruzeiro do Oeste continua desaparecida, segundo a Polícia Militar. No início da tarde desta quarta-feira (27) a própria PM de Cruzeiro do Oeste informou que o casal e os dois filhos pequenos teriam sido localizados e estariam em um hospital em Umuarama.

Cerca de 20 minutos depois, a própria Polícia Militar corrigiu a informação após não conseguir confirmar a passagem da família por nenhuma casa de saúde de Umuarama.

SEM NOTÍCIAS

Ainda segundo o setor de Comunicação Social do 7º BPM, a casa da família continuava vazia e a PM também foi pega de surpresa com a notícia de que o reaparecimento da família não era verídica. Nas redes sociais, amigos e familiares chegaram a comemorar o retorno dos quatro.

Ainda segundo a PM, familiares teriam recebido ligação da agente de saúde Eliane Furlan, onde ela contaria que todos estariam bem. A polícia trabalha com a possibilidade de que a mulher tenha sido coagida a fazer a ligação.

Com isso, infelizmente a família continua desaparecida e as buscas não foram cessadas, ao contrário, foram intensificadas. O alerta do desaparecimento foi dado em toda a região.

FAKE

No fim da tarde desta quarta-feira (27) uma postagem foi feita na página do Facebook de Cristiano, que diz “Gente não sei da onde tiraram que eu e minha família fomos sequestrados kkkk, estamos bem graças a Deus e chegando em casa, como sempre meu carro dando trabalho, obg pela preocupação”.

A polícia não acredita que tenha sido Cristiano quem fez a publicação. Na página, dezenas de pessoas pedem para que os sequestradores soltem os reféns e não os machuquem. Alguns chegam a afirmar saber que quem publicou não é Cristiano.

DESAPARECIDOS

Segundo a Polícia Militar, além da família, os criminosos levaram da casa o carro, um Corsa, uma motocicleta, além de outros objetos eletrônicos. Imagens de câmeras de segurança divulgadas pela PM mostram os dois bandidos seguindo em direção a residência de Cristiano Pereira Lopes, 33 anos e da agente de saúde Eliane Furlan, 27 anos. Ainda segundo a PM, os criminosos teriam permanecido pelo menos uma hora na residência. Os dois filhos do casal, um menino de um ano e outro de oito anos, também estão desaparecidos.

ROUBO EM MANDAGUARI

A suspeita é que os dois criminosos sejam os mesmos que roubaram uma pick-up Fiat Strada em Mandaguari e tomaram como refém um homem de 29 anos, no mesmo dia. Durante a fuga, os bandidos se envolveram em um acidente em um dos trevos de acesso a Cruzeiro do Oeste, fugiram e abandonaram a vítima. O homem foi levado para o Hospital Municipal com ferimentos e liberado pouco depois. Ele teria sido agredido pelos criminosos.