Cotidiano

EM UMUARAMA

Execução no natal ocorreu por vingança e disputa de pontos de droga, diz polícia

06/01/2021 18H58

A Polícia Civil de Umuarama informou que a execução de Edivaldo Cornélio Silva dos Santos, ocorrida na noite de natal, foi motivada por vingança e também por disputa de pontos de distribuição de drogas no Parque das Jabuticabeiras.

Confissão

Nesta quarta-feira (6) o autor dos disparos, identificado como F.J.N., de 31 anos, se apresentou na delegacia acompanhado do advogado. Aos policiais ele teria confessado o crime e alegado legítima defesa “já que a vítima também estava armada e desferiu disparos de arma de fogo contra ele”, segundo a nota emitida pelo delegado adjunto da 7ª SDP, Gabriel Menezes. O suspeito foi liberado após prestar depoimento. Como não houve prisão em flagrante ele poderá responder em liberdade.

Vingança

Ainda segundo a nota da Polícia Civil, o suspeito afirmou que o crime teria sido motivado por outro homicídio, ocorrido em uma chácara na Estrada Jurupoca, no dia 24 de outubro de 2020, quando dois homens morreram e uma mulher ficou ferida após uma briga que terminou em disparos de arma de fogo e morte.

Tráfico

Segundo a Polícia Civil, o autor contou que “tanto a vítima Edivaldo como o suspeito F.J.N (31 anos) estavam na festa do dia 24/10 e possuíam vínculos de amizade com as pessoas envolvidas naquele episódio. Assim, os fatos ocorridos no dia 25/12/2020 seriam uma retaliação as mortes anteriores”, consta no documento.

Ainda segundo a Polícia Civil, “possivelmente os fatos estão relacionados a disputa por pontos de distribuição de drogas no bairro Parque Jaboticabeiras”.

O CRIME

Edivaldo dos Santos foi morto na noite de natal quando estava em frente a sua casa, no Parque das Jaboticabeiras, após uma troca de tiros com o autor do crime, que fugiu em seguida.