Policial

TRAGEDIA

Excesso de velocidade pode ser causa de colisão que matou 6 jovens em Umuarama

19/04/2019 16H15

Excesso de velocidade pode ser causa de colisão que matou 6 jovens em Umuarama

Umuarama – O excesso de velocidade pode ser uma das causas da grave colisão frontal que matou seis jovens e envolveu um Chevrolet Astra, de Umuarama e um VW Parati, de Perobal. O acidente ocorreu na PR-323, próximo a Garapeira Primavera, em Umuarama. Os jovens, com idade entre 16 e 29 anos morreram todos no momento da colisão.

Segundo o sargento Rogério, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Cruzeiro do Oeste, todos os ocupantes dos dois veículos não usavam cinto de segurança. Ainda segundo o policial, o velocímetro da Parati travou em 160 km/h. “Não significa que o veículo estava a 160 km/h, mas é um indício de que estava correndo bastante, até porque não há sinais de frenagem”. Ainda segundo o sargento, a princípio um dos condutores não seria habilitado. As informações são do site Umuarama News.

Segundo o apurado pelo Ilustrado, o local do acidente é uma reta e a ultrapassagem é proibida.

COLISÃO

Segundo a PRE, o Astra seguia no sentido Umuarama a Perobal. Já a Parati trafegava no sentido contrário. Não foi possível apurar até o momento qual veículo teria invadido a pista contrária. Perito do Instituto de Criminalística esteve no local realizando levantamentos.

AS VÍTIMAS

O Instituto Médico Legal (IML) divulgou no fim da manhã o nome das seis vítimas fatais da colisão frontal na PR-323, próximo a Garapeira Primavera, em Umuarama.

Morreram: Rafael Junior Alves Barbosa, 29 anos, morador de Umuarama e condutor do Astra. Sua namorada, Pamela Fernandes da Silva, 16 anos; ocupantes da Parati: Marcelo Alderico Batistela, 38 anos, de Toledo; Ronaldo Viana Galinski, 25 anos, de Perobal; Lucas Eduardo da Silva Cachoeira, 18 anos, Perobal e João Vitor Teixeira Moreira, 21 anos, Perobal. Os corpos serão liberados até as 13 horas para velórios. Os locais ainda não haviam sido confirmados pela Acesf.