Cotidiano

MÃOS QUE AJUDAM

Detentos da Peco confeccionam insumos para Uopeccan há um ano

22/03/2021 14H44

Em um momento em que a pandemia da covid19 avança de forma descontrolada, ressaltarmos atitudes positivas e que contribuem para o combate a essa doença, se torna cada vez mais importante para todos lembrarmos e termos fé de que a solidariedade e a ajuda ao próximo fazem bem a alma e a diferença nesta luta que é de todos.

Costuras

Há mais de um ano um grupo de internos da Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (PECO) realiza um trabalho silencioso, mas importante para ajudar a quem trabalha diretamente no enfrentamento da doença: a confecção de máscaras, aventais cirúrgicos, jalecos, lençóis e fronhas que são usados diariamente no Hospital Uopeccan, em Umuarama, uma das casas de saúde referenciadas regionalmente ao combate a covid19.

Mãos que ajudam

O grupo de costureiros é pequeno: apenas 11 trabalham neste setor em um universo de 1.043 detentos, mas esse segue firme no trabalho diário junto as máquinas de costura. Esses costureiros ainda são os responsáveis pela confecção do uniforme dos internos, como calça, camiseta, bermuda, blusa, além de máscaras.

Produção

Desde o início da produção já foram entregues ao Uopeccan 12.881 jalecos em MSM; 5.275 máscaras; 460 lençóis; 98 sobre lençóis; 100 fronhas e 50 aventais cirúrgicos. Já para demanda do Departamento Penitenciário Estadual (Depen) foram mais de 115.000 mascarás.

Benefícios

Segundo o diretor da Peco, Sandro Marcos Bariquelo, o setor de costura já existia antes do início da pandemia e houve um incremento na quantidade de equipamentos para conseguir atender ao aumento da demanda.

Todo o insumo utilizado para a confecção do material entregue ao Uopeccan é disponibilizado pelo hospital. Já o restante da produção é bancada pelo Depen, Justiça Federal e Conselho da Comunidade.

Uopeccan

Segundo o diretor do hospital Uopeccan de Umuarama, Wanderley Rosa, o trabalho desenvolvido pelos detentos da Peco é importante para a Casa de Saúde e ainda contribui de forma significativa na redução de custos da instituição.

“É um grande exemplo a ser seguido dentro do sistema penitenciário . E nós da Uopeccan queremos agradecer a direção do presídio, na pessoa do diretor Bariquelo pelo apoio com a confecção de mais de 20 mil peças entre enxovais e uniformes.

Detentos

Para os detentos, o benefício vem em forma de redução da pena. Um dia de remição para cada 3 dias trabalhados, segundo previsto na legislação federal, além do aprendizado de uma nova profissão.