Cotidiano

EM XAMBRÊ

Corpo de PM aposentado é encontrado dentro de fossa. Polícia suspeita de homicídio

10/08/2020 19H27

O corpo do policial militar da reserva Mauro Barros, de 57 anos, foi encontrado dentro de uma fossa, em um terreno baldio na rua Bahia, cruzamento com a avenida Rio de Janeiro, no distrito de Elisa, em Xambrê, a cerca de 30 km de Umuarama, no início da tarde desta segunda-feira (10).

O resgate foi feito pelo Corpo de Bombeiros de Umuarama. A princípio o caso é tratado como homicídio pela polícia. Barro estava desaparecido desde a última sexta-feira (8).

DESAPARECIDO

Na manhã desta segunda a filha da vítima foi até a delegacia da Polícia Civil de Xambrê onde registrou um boletim de ocorrência. No início da tarde, uma denúncia anônima feita ao Destacamento da PM informou sobre o corpo dentro da fossa.

SANGUE

“A equipe veio até o local e confirmou o fato. Em diligências da criminalística dentro da casa foram encontrados vestígios de sangue, sinais de como se um corpo tivesse sido arrastado e de luta corporal também”, explicou o aspirante a oficia da Polícia Militar Schnaider.

CACHAÇA

Dentro do imóvel a polícia ainda encontrou várias garrafas de cachaça espalhadas. No local moram trabalhadores rurais que seriam de nacionalidade paraguaia. Vizinhos ouvidos pelo Ilustrado confirmaram que diariamente há consumo exagerado de bebidas alcoólicas no local pelos moradores.

HOMICÍDIO

A primeira tese é levantada pela polícia é de que a vítima estivesse no imóvel com outras pessoas e que tenha havido um desentendimento. Ela teria entrado em lutar corporal e veio a óbito e para esconder o crime, o autor jogou o corpo em uma fossa que fica no terreno baldio nos fundos do imóvel. O buraco é de cerca de 3 metros de profundidade e estava com ao menos um metro com água e com largura suficiente para a passagem de uma pessoa. A vítima era alcoólatra.

ELISA

A dona de casa Dalva Beneti, 74 anos, contou que conhecia o policial militar desde quando era solteiro. “A mãe dele foi professora das minhas filhas. Uma tristeza. Na sexta-feira de manhã eu ainda o vi na rua. A tarde viram ele em Casa Branca”, contou. Ela era uma das dezenas de populares que acompanhavam o trabalho de resgate feito pelos bombeiros.

O PM da reserva era natural do distrito de Elisa e morava sozinho em uma residência a cerca de uma quadra do local onde seu corpo foi encontrado. Uma das filhas estava no local, mas ela preferiu não conversar com a imprensa.

O RESGATE

Dois bombeiros realizaram a retirada do corpo de dentro da fossa. O resgate demorou cerca de uma hora. Um dos militares desceu pelo buraco, amarrou o corpo que foi içado. Para contar os curiosos, além do cordão de isolamento, os policiais cercaram o local com lonas e lençóis. Após a retirada o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama e após será liberado para a família.

Notícias relacionadas