Policial

FIM DA ANGÚSTIA

Corpo da trigêmea Bianca Brum é encontrado depois de seis dias

06/12/2019 20H02

trigemeos-mortos-rio-parana-enterro

Umuarama – O Corpo de Bombeiros de Mundo Novo (MS) confirmou agora que o corpo da trigêmea Bianca Neves Brum, 13 anos, foi encontrado na tarde desta sexta-feira (6) no lado paranaense do rio Paraná, em Guaíra.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Toledo, a 140 km de Umuarama. O pai da adolescente deve fazer o reconhecimento oficial.

Segundo o comandante do 12º SGBM de Mundo Novo, major José Alison Pinheiro de Souza, o corpo foi localizado por volta das 15 horas, em Guaíra, a 10 km rio abaixo, em um local conhecido como São João, mas a confirmação das características físicas de Bianca chegaram apenas no início da noite.

QUARTA VÍTIMA

Bianca é a quarta vítima fatal de um afogamento ocorrido em um banco de areia no meio do rio Paraná, conhecido como Prainha do Sol, em Guaíra. O incidente ocorreu no fim da tarde de sábado (30) e vitimou ainda os irmãos trigêmeos de Bianca, Bruna e Guilherme e um amigo da família, Marcos Roberto Campos, 47 anos.

O único sobrevivente da tragédia foi Lucas Campos, de 14 anos, resgatado por um barco que passou no local. Os irmãos eram moradores de Alto Piquiri, a 30 km de Umuarama.

O ACIDENTE

Segundo o major Pinheiro, o acidente ocorreu por volta das 18 horas de sábado (30), em um banco de areia conhecido como Prainha do Sol, a cerca de 10 km de Porto Isabel, em Mundo Novo e distante a 15 km da marina de Guaíra.

O primeiro atendimento foi realizado pelos Bombeiros de Guaíra, que chegaram a realizar mergulhos no local do acidente ainda sem equipamentos de mergulho, infelizmente sem sucesso.

O alerta do acidente foi dado por populares que socorreram Lucas Campos, de 14 anos, único sobrevivente da tragédia. Ele foi retirado da água por um barco que passou no local pouco depois do acidente. Os corpos dos irmãos e de Marcos Roberto foram encontrados no domingo (1º). Os sepultamentos ocorreram em Alto Piquiri e Guaíra, respectivamente, na manhã de segunda-feira (2).

AFOGAMENTOS

Segundo o major Pinheiro, após ser socorrido o jovem contou que seu pai, Marcos Roberto e seus amigos Bruna, Bianca e Giovane teriam se afogado. “Pelo relato eles estavam no banco de areia, no raso, mas em determinado momento as duas meninas começaram a se afogar. Os três entraram na água para socorrer e infelizmente apenas o Lucas conseguiu sobreviver”, explicou o comandante.

PRAINHAS

O incidente ocorreu no fim da tarde, em momento de pouco movimento no local, que é frequentado por banhistas durante o período de baixa do rio Paraná. Segundo o bombeiro, esses bancos de areia são perigosos. “Acontece de em determinado ponto ser raso, mais dois ou três passos depois, a profundidade passa para quatro, cinco metros. É muito perigoso”, contou.