Umuarama

Presentes

Comércio de Umuarama abre em horário especial para o Dia das Crianças

09/10/2019 08H26

dia-das-criancas-umuarama

Com objetivo de proporcionar mais comodidade para os consumidores da cidade e região, as lojas de Umuarama vão abrir em horário especial nesta sexta-feira (11) das 9 horas às 22 horas. A abertura em horário estendido visa as vendas de presentes para o Dia das Crianças comemorado neste sábado (12). Segundo a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (ACIU), a previsão é para um aumento de 6% nas compras, em relação ao ano passado.

Na sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que 68% dos paranaenses pretendem presentear neste Dia das Crianças. O percentual é superior aos 61% verificados no ano passado, o que significa um crescimento de 11,5%.

Segundo o presidente da Aciu, Orlando Luiz Santo, a expectativa dos associados da Aciu é para um fluxo de vendas maior em relação ao ano passado. “Esperamos uma movimentação boa nos próximos dias no comércio local, principalmente na sexta-feira quando o comércio trabalha em horário especial para atender os clientes”, disse.

comercio-umuarama-brinquedos

OS NÚMEROS

Na pesquisa da Fecomércio, em média, duas crianças serão presenteadas, principalmente com brinquedos, com 60% das intenções de compra. Sapatos e roupas foram mencionados por 25% dos entrevistados, seguidos por jogos educativos (17%), eletrônicos (10%), livros e afins (6%) e cosméticos (1%). Há também os que darão o valor em dinheiro para a criança escolher o presente (4%). Apenas 1% dos consumidores consultados ainda não decidiram o que comprar.

O tíquete médio terá elevação de 13,7% este ano, passando de R$ 77,74 em 2018 para R$ 88,44 neste Dias das Crianças. A maior parte dos presentes (41%) custará entre R$ 51,00 e R$ 100,00; as lembranças com valor até R$ 50,00 representarão 28%; os presentes entre R$ 101,00 e R$ 150,00 corresponderão a 15%; entre R$ 151,00 e R$ 200,00 a 8%, e os presentes mais caros, acima de R$ 200,00, serão 8%.

DICAS PARA ECONOMIZAR:

Desejos dos filhos

O consumidor deve saber o que a criança quer. O indicado é conversar com ela e, caso o desejo seja algo impossível para o bolso, tentar explicar para ela as condições financeiras da família. Uma boa dica é perguntar à criança se há outros brinquedos que ele desejaria ganhar e checar qual deles se encaixa no orçamento do mês.

Pesquisa de preços

Sabendo o que vai comprar, é hora do consumidor fazer uma pesquisa de preços em lojas físicas e online. O preço pode mudar muito de uma loja para outra e a pesquisa pode ajudar a economizar na hora da compra.

Saber quanto pode gastar

Esta regra deve ser cumprida fielmente para não estourar o orçamento. Se o consumidor não determinar o valor que quer gastar poderá se deixar levar por adquirir algo mais caro. Se for pagar em dinheiro, é bom o consumidor sair de casa com o valor estabelecido. Se preferir usar o cartão de débito ou de crédito, é importante ter em mente que não se deve gastar além do que se pode.

Não deixar para última hora

Não deixar para comprar o presente na semana do Dia das Crianças é bastante importante. Do contrário, talvez o consumidor já não encontre o que deseja, e é comum os preços dos brinquedos subirem nos dias que antecedem a data.

Pagando o presente

Na hora de pagar, o consumidor deve pedir desconto, principalmente se o pagamento for à vista. Se a opção for o parcelamento, é preciso ter a certeza de que os valores mensais não irão fazer falta no orçamento doméstico e lembrar-se de que o fim do ano está chegando, e os gastos deverão ser maiores com as festas, presentes e férias.

Não compre brinquedos piratas

Eles são muito mais baratos que os que têm selo do Inmetro, mas podem comprometer a segurança e a saúde da criança. Muitos são produzidos até mesmo com matéria-prima tóxica.