Umuarama

Mercado

Combustíveis seguem a alta dos produtos da cesta básica e o salário fica mais curto

05/09/2020 15H49

combustivel-umuarama-recorde

Para fechar a semana, os valores do litro dos combustíveis voltaram a apresentar alta e segue o ritmo da carne vermelha, o óleo de soja e o arroz, produtos que estão mais caros para o consumidor. Em relação ao mês de junho, em média, o etanol subiu R$ 0,30 e a gasolina R$ 0,40 nos postos de combustíveis de Umuarama.

Na pesquisa realizada pelo Procon de Umuarama no mês de julho, os combustíveis já vinham apresentando reajuste nos valores para o consumidor. Entretanto, na última semana o preço do litro do etanol e da gasolina tiveram alta significativa nas bombas, em dois meses.

Na pesquisa do Procon realizada em junho deste ano, a gasolina com o valor mais baixo era encontrada na cidade com valor de R$ 3,69 e hoje é vendido a R$ 4.22. Já o preço mais alto do combustível, em Umuarama, há três meses era vendido a R$ 3,89 e hoje chega a R$ 4,49.

O etanol segue a subida da gasolina e o combustível que era vendido no menor valor a R$ 2,50 em junho, na manhã de sexta-feira (04) era comercializado por R$2,80. Ainda no etanol, quando a comparação segue o valor mais alto vendido em junho, o litro era cotado por R$ 2,69 e hoje e oferecido ao consumidor por R$ 3,08.

REAJUSTE

No dia 20 de agosto, a Petrobras anunciou reajuste nos preços da gasolina de 6% e do diesel de 5%. Os novos preços começaram a valer na sexta-feira (21) e eram referentes ao cobrado nas vendas às distribuidoras. Conforme a Petrobras, o valor final nos postos para os motoristas agrega outros custos e varia segundo o mercado.

“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explicou, em nota, a estatal.

Gasolina ou Etanol?

Para saber se você vai abastecer gasolina ou etanol em relação ao preço e rendimento, pegue o preço da gasolina e multiplique por 0,7. O resultado deste cálculo corresponde a porcentagem que informamos de 70% e aí é só comparar este valor com o valor do preço d o etanol. O carros flex podem fazer uma proporção ainda maior de quilômetros por litro usando etanol em relação a gasolina, podendo chegar até em 80%. Nestes casos, a conta muda um pouco e você multiplica o valor da gasolina por 0,8.