Aragão Filho

Coluna Aragão

23/07/2020 07H01

Secretários municipais sendo recepcionados na Latco

Cruzeiro do Oeste incentiva o empreendedorismo

Cruzeiro do Oeste – A secretária de Indústria e Comércio de Cruzeiro do Oeste, Francielle Carvalho, juntamente com o chefe de gabinete, José Carlos Gigante, esteve visitando a empresa LATCO a pedido da prefeita Helena Bertoco. Eles disseram que ficaram encantados com o potencial da empresa que emprega muitas famílias no município, gerando renda e movimentando a economia local.

Todos os alimentos produzidos nas filiais da empresa são distribuídos na cidade, o que enriquece o comércio local.

A prefeita Helena Bertoco disse que apoia os empreendedores que acreditam no potencial do município, auxiliando no desenvolvimento e geração de empregos para sustentabilidade de nossa população.

Itaipú presente

Quase 30 mil pessoas já foram beneficiadas pelo auxílio eventual concedido pela usina de Itaipu, neste ano, especialmente durante a pandemia da covid-19.

O benefício se estende a moradores de baixa renda do Oeste do Paraná, região onde a Itaipu espalha obras importantes de infra-estrutura.

A maior delas é a segunda ponte entre Brasil e Paraguai.

A pergunta que permanece; e, antes da chegada do general, para onde ia toda essa dinheirama, que de repente começou a aparecer no caixa de Itaipu?

Aliás, a mesma pergunta já foi ouvida por aqui; como é possível investir tanto dinheiro em obras públicas em época de brutal queda de arrecadação?

Se a arrecadação era muito maior em tempos recentes, porque as obras não apareciam?

E quando apareciam, porque ficavam pelas metades?

Dois pesos

STF barrou busca em gabinete do senador José Serra, mas autorizou ação semelhante contra líder do governo Bolsonaro.

Medidas diferentes que tornam os malandros sempre iguais.

Caladão

Alexandre Garcia desvendou o mistério do gritante silêncio do PT sobre a prisão do empresário José Seripieri Filho, Fundador da Qualicorp, e suspeito de ser operador financeiro de Caixa 2 do senador tucano José Serra.

O empresário era amigo íntimo de Lula.

Segundo delação de Palocci, Seripieri teria feito repasses ao PT, ao Instituto Lula e à empresa Touchdown, que pertencia a um dos filhos do ex-presidente Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, pagou advogado para a Rosemary, namorada de Lula, Seripieri é de casa, da copa e cozinha.

Companheiro não tem defeito, mesmo quando apanhado em rolo de adversário.

Nada para o passageiro

O deputado Hildo Rocha (MDB-MA) incluiu uma ajuda de R$ 4 bilhões para empresas de transporte coletivo na Medida Provisória 938 que trata de repasses de até R$ 16 bilhões da União a estados e município e que foi colocada em votação na madrugada desta quarta (22). Não passou, mas os barões do transporte foram mais uma vez lembrados.

E o passageiro foi mais uma vez esquecido…

Evasão

Além da forte migração da escola privada para a rede pública, os pais temem ainda o abandono escolar pós covid-19.

Uma pesquisa, na rede pública de ensino, mostra que 31% dos pais acreditam que filhos vão abandonar os estudos.

Ou seja, o futuro do Brasil será feito por brasileiros sem muito futuro…

Ele disse:

Nenhum deles tem uma agenda anticorrupção. No governo do ex-presidente do PT nós tivemos o mensalão e, posteriormente, os crimes na Petrobras, mas medidas importantes foram tomadas, que possibilitaram até mesmo o trabalho da Lava Jato. Nesse governo [Bolsonaro], as medidas foram deixadas de lado. Ainda dá tempo de recuperar, mas não se houve falar de um posicionamento do presidente, por exemplo, com relação a votação da PEC que permite a prisão em segunda instância”.

De Sérgio Moro comparando Lula e Bolsonaro no combate a corrupção.

Escrito apenas ontem…

A verdade é mais estranha do que qualquer ficção que eu já tenha visto.

– Hunter S. Thompson.

Em campanha

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse nesta quarta-feira (22), que não pensa em eleições.

Mas, segue firme em campanha.

Como escreveu Vinicius de Morais, o homem que diz “sou” não é, porque quem é mesmo é “não sou”. O homem que diz “tô” não tá, porque ninguém tá quando quer…

Metafísico

Quando é que as ‘otoridades’ que são dadas a abuso de autoridade vão se ligar na visão de que hoje em dia todo mundo é um cinegrafista em potencial equipado com uma câmera de celular?

Policromático

Politizaram tanto o coronavirus em época de campanha eleitoral que até hospital de campanha foi montado apenas para fazer campanha…

O Insulto Diário

Caluda freguês.

Bolsonaro pagou e o Centrão não entregou o Fundeb.

Os romanos ensinaram o caveat emptor, caluda freguês.

– Rogério Distéfano.

Pernalonga, 80 anos: a importância do personagem para a animação

São Paulo, (AE) – “O que que há, velhinho?” O bordão, repetido à exaustão nas animações do Pernalonga, já faz parte do imaginário coletivo. Em julho, o personagem completa 80 anos em meio a uma nova fase, com curtas animados publicados na internet Mas Pernalonga é muito mais que um coelho (ou uma lebre?) esperto; ele é um dos personagens mais importantes da história da animação.

A primeira aparição oficial do Pernalonga (<i>Bugs Bunny</i>, no original) foi em 27 de julho de 1940, no filme <i>A Wild Hare</i>. Apesar disso, dois anos antes, o mesmo estúdio de Leon Schlesinger havia produzido <i>Porky’s Hare Hunt</i>, um curta animado com premissa muito semelhante.

Há uma grande diferença, porém, no traço dos personagens do filme de 1938 para o de 1940. O coelho ainda era conhecido pela genérica alcunha de <i>Happy Rabbit</i> e o caçador que viria a evoluir para ser o Hortelino (<i>Elmer Fudd</i>, no original) ainda tinha feições muito mais próximas das de um porco do que das de um humano.

O grande responsável pela remodelação dos personagens foi o diretor Tex Avery (1908-1980), um dos grandes mestres da animação do século 20. Ainda muito jovem, no fim da década de 1920 e no início da década de 1930, Avery trabalhou nos filmes do Oswald, o Coelho Sortudo, uma das primeiras criações de Walt Disney, que seria praticamente um embrião tanto para Mickey quanto para Pernalonga nos anos seguintes.

Ainda nos anos 1930, Avery sofreu um acidente e perdeu a visão em um dos olhos, o que afetou sua percepção de profundidade. Há quem acredite que esse problema acabou virando uma vantagem para o animador, que conseguiu inovar na forma da animação por meio do exagero e da distorção dos personagens, técnica que ele aplicou não apenas com o Pernalonga, mas em todas as criações que ajudou a consolidar dos <i>Looney Tunes</i>.

Mais recentemente, os personagens clássicos de Looney Tunes, como Pernalonga, Hortelino, Patolino, Marvin, Frajola, Piupiu, entre outros, ganharam uma websérie de curtas animados, alguns de apenas um minuto e outros com maior duração, inspirados nos filmes tradicionais dirigidos por Avery e outros mestres da animação. Uma boa pedida para a comemoração dos 80 anos de Pernalonga.