Aragão Filho

Coluna Aragão

25/06/2020 19H20

Café da manhã em Umuarama

O governador Ratinho Junior tomou café da manhã ontem em Umuarama, onde pernoitou para entregar nesta quinta-feira os 10 novos leitos de UTI na Santa Casa de Goioerê. Ele estava acompanhado do secretário estadual de Saúde, Beto Preto, do secretário do Desenvolvimento Sustentável, Márcio Nunes e também participaram do encontro no Hotel Caiuá o médico diretor do Hospital Cemil, João Jorge Helú, e o ex-prefeito e ex-deputado estadual, Fernando Scanavaca.

Ele disse:

Esse vírus tem uma facilidade enorme de se movimentar. Estou sem condições de realizar qualquer trabalho neste momento. Vou me manter em repouso, isolado por mais alguns dias, e continuar insistindo que é importante que todas e todos se cuidem muito e que a gente continue cobrando intensamente as melhores condições para evitar que essa pandemia se alastre cada vez mais”.

De Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato, que está com Covid-19 e não sabe quem o contaminou, pois está isolado em casa.

Licitação de rosca

A prefeitura de Campo Mourão luta para licitar nova empresa de transporte coletivo e a situação é incerta.

A empresa Mourãoense, que há mais de 30 anos realizava o transporte urbano na cidade, desistiu de concorrer em nova licitação explicando que as exigências tornam inviável o negócio.

Desde 2019 a cidade tenta realizar a licitação, mas sempre esbarra em algum tipo de problema.

Ontem, nova proposta de licitação apresentada por uma única empresa deveria ser aberta, mas o Tribunal de Contas do Estado mandou parar tudo.

Uma empresa de Tuneiras do Oeste apontou irregularidades no edital e conseguiu liminar paralisando a disputa.

Sem adiamento

Quem conhece o funcionamento do Congresso aposta que o adiamento das eleições aprovado no Senado não será ratificado na Câmara nem, tão cedo.

Prefeitos que concorrem à reeleição querem manter o calendário que prevê eleições em outubro.

E deputado federal vota em sintonia com os prefeitos.

Escrito apenas ontem…

O progresso é uma forma ordeira de se dar prosseguimento à devastação de recursos naturais.

– Ivan Lessa.

Trabalho em casa

O home office veio para ficar nos bancos brasileiros.

Há 230 mil funcionários de instituições financeiras trabalhando em casa e já existe a percepção de que, em muitos casos a jornada remota não é apenas econômica como tem sido mais produtiva.

No Banco do Brasil, há planos de manter 10 mil funcionários de áreas administrativas em jornadas parcialmente remota.

Hoje, o BB tem 32 mil colaboradores trabalhando remotamente.

Calma

A esquerda latino-americana faz planos para quando Donald Trump perder a eleição para Joe Biden e as pautas ganharem condições para propulsão.

Biden aparece 14 pontos à frente de Trump em pesquisa nacional, porém, não custa lembrar que o eleitor dos EUA vota com o bolso e o resultado de uma eleição se define nos estados e não na votação nacional.

E nem sempre ganha o mais votado, como o próprio Trump que venceu Hillary Clinton mesmo tendo ela recebido quase 340 mil votos a mais do que ele.

Mas, se a eleição fosse hoje, Biden já poderia tirar medidas para o terno de posse…

Saudades

Saudades de uma feijoada, aos sábados, na calçada de um boteco, não é, meu filho?

Segura o facho em casa que a espera será menor.

Deixe sair só quem precisa sair, e sem aglomeração, nem durante o dia, nem à noite.

Vai pelo antigão aqui…

Exportação

A Argentina segue mandando frentes frias para o Brasil e reexporta gafanhotos originários do Paraguai.

Alguém quis saber; por que os gafanhotos não devoraram as generosas lavouras de maconha do nosso vizinho?

Sei lá, talvez por medo de virarem ‘baseado’ e acabarem na boca de maluco depois…

Calmaria

Bolsonaro deixou de fazer pit stop no cercadinho do Palácio Alvorada e desde sábado não há nenhuma crise no ar.

O problema não é o que Bolsonaro fala.

O problema é o que é feito com o que Bolsonaro fala.

E segue o baile no bananal…

Racismo é crime

O deputado estadual Do Carmo (PSL) teria sido vítima de racismo por parte do também deputado estadual Homero Figueiredo Lima e Marchese. Os dois são de Maringá.

Foi o que Do Carmo deixou no ar em um vídeo que roda nas redes.

Homero Marchese parece que tem uma queda por se envolver em problemas.