Aragão Filho

Coluna Aragão

23/06/2020 07H27

ANIVERSÁRIO

Ontem foi dia de cantar o tradicional “Parabéns a Você” ao diretor do Ilustrado, Ilídio Coelho Sobrinho. Na foto, funcionários da empresa na singela homenagem ao empreendedor da comunicação em Umuarama e no Paraná.

E já que perguntar não ofende…

Já que o Brasil não ganha um título importante em nada, nem no futebol, será que o brasileiro estaria buscando com afinco o título de país com maior número de infectados por coronavirus no mundo, é?

Previsão

Nesta semana Curitiba poderá ter sua capacidade hospitalar esgotada para atender pacientes infectados pelo novo coronavírus.

É mais uma previsão para guardar e conferir depois.

Volta de risco

Interior tem explosão de covid-19 após volta de moradores.

Migrantes retornam para as cidades com poucos, ou nenhum caso, de coronavirus e acabam trazendo o vírus das cidades maiores e mais infectadas.

A secretaria de saúde de Umuarama, Cecília Cividini, já detectou o retorno de umuaramenses que residem em outras localidades com maior número de infectados, como São Paulo, por exemplo.

Sejam bem vindos de volta, mas uma quarentena faria bem a todo mundo…

Papo rápido

– Estão dizendo que o advogado da família é o ‘homem bomba’…

– Então o Queiroz é o ‘homem fósforo’…

Policromático

O que os esperançosos esperam é que tudo não fique só na esperança…

Mais da metade

A comissão especial criada pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) para analisar gastos de prefeituras com a pandemia da Covid-19 identificou, em menos de 20 dias, e em apenas 100 análises, problemas em 56 municípios paranaenses.

Captou a real?

Apoio

Com o objetivo de ajudar o número crescente de pessoas enlutadas pela Covid-19 que algumas entidades se juntaram para criar o site www.cuidadoaoluto.com.br, um portal que oferece informação e apoio às pessoas que perderam parentes para o coronavírus.

Menos mar

O Supremo Tribunal Federal concluiu o julgamento da ação histórica de Santa Catarina contra o nosso estado sobre os royalties do petróleo.

Os ministros reconheceram que o IBGE usou um critério ilegal na demarcação dos limites marítimos, que beneficiou o Paraná em prejuízo dos catarinenses.

Por sete votos a dois, o STF julgou a demanda ajuizada pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) em 1991 parcialmente procedente.

A decisão diminui o mar territorial paranaense e diminui o valor dos royalties do petróleo que o nosso estado vem recebendo.

Escrito apenas ontem…

Não importa ao tempo o minuto que passa, mas o minuto que vem.

– Machado de Assis.

Guerra contra a polícia

Não sei se o preclaro leitor atinou para as pautas da rede Globo, mas ficou claro nas últimas semanas que, além de Bolsonaro, a emissora resolveu ‘bater’ pesado na polícia militar.

É uma guerra às claras, sem subterfúgios como na briga contra Bolsonaro, onde até crônica chorosa é apresentada em pleno jornal nacional como se fosse notícia.

Pelo noticiário, só tem bandoleiro na PM.

Os bons policiais, respeitadores dos limites da lei, que atuam conforme o manual do bom policial, estão sendo representados nas imagens de violência, que todos estão carecas de saber é praticada por uns poucos.

É a campanha pela desmilitarização das PMs.

Policromático

A inteligência brigou com o fanatismo e nunca mais fizeram as pazes…

Adesivo

Deixe de ser mascarado e lave as mãos…

Lives da semana têm Gusttavo Lima, Raça Negra,

Simone & Simaria e Gloria Groove

São Paulo, (AE) – Para aqueles que estão em casa, em quarentena, durante a pandemia do novo coronavírus, cantores e cantoras, bandas e grupos seguem fazendo lives para incentivar o isolamento social.

Ao mesmo tempo, é uma forma de os artistas manterem o trabalho, enquanto show em estádios e apresentações presenciais não são liberadas. O Brasil ultrapassou, na semana passada, a marca de um milhão de pessoas contaminadas com a covid-19 e mais de 50 mil pessoas já morreram em três meses.

Nesta semana, algumas lives musicais terão temáticas juninas, como o Arraiá Danado de Bom, com Solange Almeida, nesta terça-feira, 23, às 19h, e do grupo Calcinha Preta, no mesmo dia, às 20h.

Mais para o fim da semana, na sexta, 26, Gusttavo Lima, Jonas Esticado e Felipe Araújo se apresentam às 21h, nos seus canais no YouTube.

E, no sábado e domingo, as lives mais aguardadas por internautas são de Raça Negra, Simone & Simaria, Gloria Groove, Skank, Leonardo, Milton Nascimento, Ed Motta e Alexandre Pires.

Confira agenda de lives de 22 a 28 de junho:

23 de junho (terça-feira)

Às 19h: Ed Motta; Arraial Danado de Bom, com Solange Almeida

Às 20h: Calcinha Preta, 20h

24 de junho (quarta-feira)

Às 20h: Israel e Rodolfo; Limão com Mel

26 de junho (sexta-feira)

Às 21h: Gusttavo Lima, Felipe Araújo e Jonas Esticado

* Ainda sem horário: Gilberto Gil, horário e definir

27 de junho (sábado)

Às 16h30: Simone e Simaria

Às 17h: Turma do Pagode

Às 19h: Léo Magalhães; Marcus e Belutti

Às 20h: Skank, 20h; Gloria Groove; Cleber e Cauan

Às 21h: Leonardo, 21h

28 de junho (domingo)

Às 18h30: Milton Nascimento

Trinta anos depois, Beth Faria assiste

à novela ‘Tieta’ ao lado da neta

São Paulo, (AE) – Trinta e um anos depois de interpretar Tieta no horário nobre da TV Globo, Beth Faria está agora maratonando a novela ao lado da neta, Giulia Butler, durante o confinamento social das duas no apartamento da atriz no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. Um dos maiores sucessos de audiência da emissora, o folhetim de 1989 está agora disponível na plataforma GloboPlay.

Beth tinha 42 anos quando interpretou a “cabrita” que volta triunfante para Santana do Agreste, 25 anos depois de ser escorraçada de sua cidade natal, na trama inspirada no livro de Jorge Amado. O elenco era um dream team: Joana Fomm, José Mayer, Reginaldo Faria, Yoná Magalhães, Armando Bógus, Ary Fontoura, Lidia Brondi e outros.

A abertura da novela também fez história. Assinada por Hans Donner, misturava elementos da natureza com a beleza da mulher, representada por Isadora Ribeiro, tendo como pano de fundo as dunas de Mangue Seco, na Bahia. Tieta já havia sido exibida no Vale a Pena ver de Novo, em 1994, e no canal Viva, em 2017.

“Tieta representa a derrubada de todos os preconceitos. O povo está se identificando com ela agora. Todo dia vejo coisas na internet. Um trabalho que fiz há 30 anos hoje está trazendo coisas boas”, disse Beth Faria ao Estadão. A novela tinha uma pegada feminista no momento em que o Brasil respirava a democracia e a liberdade no ano da primeira eleição direta para presidente após a ditadura militar.