Umuarama

Oportunidade

Colégio Hilda Kamal abre inscrição para curso de Cuidador de Idosos

19/09/2018 08H25

O Colégio Estadual Hilda T. Kamal de Umuarama abriu as inscrições para o curso gratuito de Cuidador de Idosos. São 40 vagas para uma das profissões que mais cresce no País. O curso visa capacitar pessoas para ir além das questões de saúde, e ao concluir a qualificação, o profissional terá conhecimentos de nutrição, higiene, lazer, situações jurídicas entre outras.

As inscrições podem ser realizadas no Colégio Estadual Hilda Kamal, localizado na Avenida Ipiranga. As aulas terão duração de 18 meses e serão nos períodos da manhã/tarde e de segunda-feira à sexta-feira. “O cuidador é o indivíduo que presta assistência às pessoas de qualquer idade, sejam elas saudáveis, enfermas, em situações de risco e fragilidade. Além disso, o profissional é um amigo do idoso para todas as situações”, disse a coordenadora do curso e enfermeira, Bernardete Del Mônaco.

Para realizar a inscrição, o candidato tem que ter idade igual ou superior a 18 anos, xerox do histórico escolar fundamental e médio, xerox dos documentos de RG, CPF, Título de Eleitor e Reservista (homens). Comprovante de renda familiar e xerox da fatura de energia. “O cuidador de Idoso ajuda, estimula, promove atividade para locomoção. Ele é o braço direito e esquerdo do idoso”, ressaltou Bernardete.

A profissão – A profissão de cuidador de idoso foi aprovada em 2012 e segundo a coordenadora do curso, os profissionais podem atuar em cuidados domiciliáreis, instituições de longa permanência especializadas em geriatria, como também, em eventos sociais e culturais. “Algumas atribuições do cuidador é a higiene, cuidar do vestuário, acessórios e aparência. Também, facilitar e estimular a comunicação, socialização, prática de exercícios e o lazer da pessoa idosa. Estas são algumas, mas podemos ir além disso”, explicou a coordenadora.

Futuro – Vinte milhões de brasileiros já passaram dos 60 anos e em 2030 teremos mais idosos do que jovens no Brasil, segundo o IBGE. Os números apresentam um cenário de crescimento da demanda por cuidadores de idosos. “É uma profissão que a cada ano teremos mais famílias precisando de um profissional qualificado”, finalizou Bernardete.