Umuarama

ALERTA AOS HOMENS

Câncer de próstata mata e é preciso prevenir, alerta especialista

10/11/2018 14H27

Com o início de novembro, começam as ações da mobilização da campanha Novembro Azul, voltada para reforçar a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata e incentivar os homens a cuidarem da própria saúde. Apenas no Paraná a Secretaria de Saúde registrou 990 mortes causadas por câncer de próstata em 2018. Neste cenário o médico urologista, Ítalo Fioravanti Junior (foto), ressalta a importância do homem, acima de 40 anos, realizar os exames preventivos todos os anos.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os homens brasileiros e segundo o urologista, com a detecção precoce da doença o paciente apresenta cura acima de 90%.

Fioravanti explica que câncer de próstata não apresenta sintomas no estágio inicial. Desta forma, o homem só descobre a doença quando o tumor estiver avançado. Por isso a importância e a necessidade do exame anual. “Só vai descobri o câncer de próstata o homem que realizar os exames com regularidade, ou seja, anualmente. Os exames devem ocorrer a partir dos 50 anos ou aos 45 anos, se o paciente tiver casos na família”, alertou.

Um tabu para o público masculino, o exame de toque retal é obrigatório para os homens a partir de 50 anos. O toque informa o tamanho da próstata, consistência e se existem nódulos suspeitos, explicou o médico. Já o exame de sangue para observar o antígeno prostático específico (PSA), substância produzida exclusivamente na próstata, deve ser iniciado a partir dos 40 anos.

“Em caso de alteração ainda é preciso uma biópsia para certificar da doença. O homem de 50 anos precisa ter em mente que é obrigatório realizar o exame de toque uma vez ao ano, pois ele só vai saber se tem a doença por meio desse exame”, ressaltou Fioravanti.

ATENÇÃO

Em estágio avançado, o câncer alojado na próstata vai atacar outros tecidos do corpo e nos ossos. Neste estágio, a doença gera dor profunda no paciente e é possível ainda ocorrer fraturas pela fragilidade do osso. O médico ainda alerta que existem casos de surgimento do tumor em homens mais jovens e para esse público a doença é ainda mais agressiva, com poucas chances de tratamento. “É preciso ter consciência de fazer os exames”, finalizou.

SAÚDE

Mas não é apenas a prevenção do câncer de próstata que merece atenção da população masculina. O médico urologista, Ítalo Fioravanti Junior, lembra que os homens precisam cuidar da saúde como um todo, adotando hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada, prática de atividades físicas e lazer. “Buscar qualidade de vida, para si e para sua família. Sabemos que ter uma vida regrada é benéfico para todos, desta forma evite o excesso de bebida alcoólica, o tabagismo, tenha uma alimentação saudável e combata o sedentarismo”, orientou o médico.