Umuarama

Paralisação

Caminhoneiros mantêm protesto na PR-323, em Cruzeiro do Oeste

09/09/2021 12H27

caminhoneiros-parados-protesto

A movimentação de um grupo de caminhoneiros continua na rodovia PR-323, KM 270, em Cruzeiro do Oeste. Carros de passeios não estão sendo parados e os caminhões com cargas perecíveis são liberados em cerca de 30 minutos. Já os demais veículos de transportes estão sendo proibidos de seguir viagem. Segundo representantes do caminhoneiros no local, o protesto não tem data para terminar.

No primeiro dia de movimentação, iniciados na quarta-feira (8), os organizadores do protesto ressaltavam que a movimentação era em favor ao presidente Jair Bolsonaro e contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), porém hoje, a pauta de reivindicação aumento, incluindo o aumento do preço dos combustíveis, pneus e demais itens que estão encarecendo o transporte de cargas via rodovias do Brasil.

caminhoneiros-bolsonaro-protesto

A intenção dos motoristas é ampliar a paralisação dos caminhões na PR-323 próximo à Umuarama, mas até o fim da manhã desta quinta-feira (9) o movimento permanecia localizado em Cruzeiro do Oeste.

Conforme boletim emitido pela 4ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) emitido as 11h50, existia pontos de manifestação e bloqueio em:

PR 546 Itambe
manifestantes no local contudo sem bloqueio de veículos.

PR 463 KM 49 Colorado

Finalizado

PR 180 KM 217 Goioerê

manifestantes realizam paralisação total na rodovia de veículos pesados, veículos leves ainda passando.

PR 323 KM 270 Cruzeiro do Oeste

Paralisação total de veículos pesados, passando somente perecíveis e emergenciais. Veículos leves passando normalmente.

– PR 218 KM 266 – Astorga

Pequena concentração de manifestantes na margem da rodovia contudo sem bloqueio de nenhum veiculo. Havendo previsão de bloqueio para início as 13h segundo os manifestantes.

PR 487 KM 187 Campo Mourão

Manifestantes fazem bloqueio na rodovia, sendo que veículos grandes não passam. Demais veículos passando normalmente.

caminhoneiros-protesto-pr-323


MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA

Em novo boletim sobre a situação das estradas, o Ministério da Infraestrutura informou que, às 11 horas desta quinta-feira, 9, foram registrados pontos de concentração em rodovias federais de 14 Estados, com interdições em 5 deles: Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Segundo a pasta, nos Estados de Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Rondônia, Pará e Roraima o trânsito está liberado, mas ainda há abordagem a veículos de cargas.

No boletim divulgado mais cedo, de 8 horas, a pasta informava que existiam pontos de concentração em 15 Estados. No comunicado mais recente, Pernambuco e Rio de Janeiro saíram da lista.

Já Mato Grosso do Sul aparece na nova relação. Naquele momento, no entanto, era informado que não havia interdição de pistas na malha federal, salvo protesto pela causa indígena na BR-174/Roraima.

Ainda segundo o ministério, novos corredores logísticos essenciais foram liberados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) entre 8h e 11h desta manhã: BR-116/Bahia (Feira de Santana); BR-101/Bahia; BR-101/Sergipe ; BR-101/Pernambuco (Igarassu) ; BR-116/Rio Grande do Sul (Vacaria); e BR-392/Rio Grande do Sul (Pelotas).