Cotidiano

Polícia

Bomba era usada dentro de simulacro de fuzil para intimidar população na região

08/09/2018 14H17

A Polícia Militar apreendeu dois simulacros de pistola e de fuzil de fabricação artesanal usados para aterrorizar os moradores de Alto Paraíso, a 65 km de Umuarama.

O proprietário das imitações, afirmou à PM que colocava bombas dentro do cano dos equipamentos e saia pela cidade, simulando serem disparos de arma de fogo. O homem e os simulacros foram levados para a delegacia da Polícia Civil de Xambrê. Segundo a Polícia Militar, os simulacros estavam no quarto do suspeito, em uma residência na avenida Augusto José de Souza.

Segundo a Polícia Militar, o homem foi abordado durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em uma residência apontada como ponto de venda de drogas, na rua Guarapuava, em Alto Paraíso. Ele teria chego ao local em uma moto durante a ação policial.

No local os militares abordaram mais três pessoas e com a ajuda dos cães do Canil do 25º BPM apreenderam 85 gramas de semente de maconha; 615 gramas de maconha; R$ 1.292,00 em notas trocadas; duas correntes finas douradas; seis aparelhos celulares e três cartões de memória.

Entre os celulares apreendidos, um foi reconhecido pela mãe do motociclista como sendo de sua propriedade. Segundo relato da mulher à PM, o aparelho teria sido furtado uma semana antes pelo filho e trocado por drogas. Aos militares, a mulher apresentou a caixa do aparelho com os números de identificação, confirmando sua versão, segundo a PM.