Umuarama

Saúde

Batalhão contra a dengue convoca a população de Umuarama para a luta

05/07/2019 08H31

dengue-umuarama

Agentes da Vigilância em Ambiental, Defesa Civil e atiradores do Tiro de Guerra formaram um batalhão na luta contra a dengue e principalmente convocar a população para assumir essa batalha. Hoje Umuarama conta com 363 casos notificados e conforme as autoridades, os criadouros do mosquito precisam ser eliminados dentro das residências, por isso o papel dos umuaramenses é importante.

Coordenador da Vigilância Ambiental, Carlos Roberto da Silva, explicou que o trabalho na manhã de ontem foi desenvolvido na região da Unidade Básica de Saúde do Posto Central, principalmente na região da praça do Xetá. “Nesta região temos o maior número de casos, são 38 notificados. Por isso montamos esse batalhão para passar casa por casa fiscalizando os quintais das residências e empresas”, explicou.

A situação de alguns quintais é preocupante, segundo agentes da vigilância. Mesmo com os alertas constantes e os arrastões realizados pela administração municipal, vários focos de larvas foram identificados nas casas.

“Alertamos! A população é o principal personagem na luta para reduzir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, pois o foco está dentro do quintal. Se cada um tirar 15 minutos para limpar ou observar se tem algum recipiente que acumule água, nós podemos vencer essa batalha. O trabalho que os agentes fazem é de prevenção, mas cabe a cada um fazer o seu papel na sua residência”, ressaltou o coordenador Carlos.

Ainda segundo o entrevistado, não existe registro casos de dengue hemorrágica na cidade e nem de óbito. Porém, os números repassados pelo boletim da Secretaria da Saúde do Paraná, Umuarama está entre os 81 municípios em epidemia, quando a incidência proporcional é de 300 casos para cada 100 mil habitantes. As cidades que entraram nesta lista são Campo Mourão, Terra Boa, Brasilândia do Sul, Ivaté, Perobal, Umuarama, Jussara, Paranavaí, Doutor Camargo e Ivatuba.

dengue-quintal-sujo

Óbitos

O boletim semanal divulgado na terça-feira (02) pela secretaria registrou mais uma morte pela doença, desta vez de uma criança de 10 anos vítima da dengue. O caso é de Nova Fátima, na região de Cornélio Procópio. No total, são 21 óbitos confirmados por dengue no Paraná, de agosto do ano passado até agora. Na semana anterior, eram 20 mortes. De acordo com o novo balanço, há 1.374 novos casos confirmados da doença no Estado – o Paraná soma 17.776 casos de dengue notificados.

lixo-dengue
Após festa, pessoas deixaram pratos e copos jogados de forma irregular