Cotidiano

CRIME NA RIO GRANDE DO NORTE

Autor se apresenta à polícia e diz que esfaqueou desafeto em legítima defesa

04/11/2020 18H47

O empresário W.W. de 50 anos, se apresentou na delegacia da Polícia Civil nesta quarta-feira (4) e confessou que esfaqueou A.R.A.S., de 32 anos, segundo a polícia. Em depoimento o suspeito afirmou que cometeu o crime em legítima defesa, pois a vítima estaria tentando agredi-lo com um objeto cortante, segundo consta em nota emitida pelo delegado adjunto da 7ª SDP, Gabriel Menezes.

O crime foi na noite de sábado (31), na avenida Rio Grande do Norte, Zona VI, em Umuarama. Após ser ouvido, o suspeito foi liberado. Como se apresentou após o período de flagrante e acompanhado de advogado, ele deverá responder ao inquérito em liberdade.

Segundo a Polícia Civil, o crime teve motivação passional, pois ambos os envolvidos brigavam por um relacionamento com uma mesma mulher. O autor e a vítima já possuem um histórico de desentendimentos, ameaças e vários boletins de ocorrências registrados, de acordo com a polícia.

O suspeito responderá pelo crime em liberdade, uma vez que se apresentou espontaneamente e colaborou com as investigações. O inquérito deverá ser concluído nos próximos dias, após a oitiva de outras testemunhas e juntada de documentos.

A vítima continua internada no Hospital Nossa Senhora Aparecida, em Umuarama. A Casa de Saúde não informou o estado de saúde do paciente. No dia do crime a vítima teria recebido perfurações no abdômen e houve perfuração de pulmão e intestino.