Umuarama

Coronavírus

Aumento de contaminados por covid esta ligado a festas e viagens, aponta Secretaria de Saúde

05/01/2022 10H27

Jornal Ilustrado

Um aumento significativo no número de positivados para a covid-19 registrado no boletim de Secretaria de Saúde de Umuarama desta terça-feira (4) acende a luz de alerta para a importância de se continuar com o distanciamento social, a manutenção dos cuidados com a higiene e o uso da máscara, além da intensificação da vacinação.

Confirmados

Foram 52 novas confirmações (28 mulheres e 24 homens) e muitas delas foram identificadas em uma mesma família, indicando contaminações ocorridas em viagens, festas e reuniões, segundo a Secretaria de Saúde de Umuarama. Apesar de considerados ‘aleatórios e pontuais’, esse aumento coloca o setor de saúde em estado de alerta.

Positivos

Segundo o boletim da Secretaria de Saúde de Umuarama, o número de casos ativos aumentou de 45 para 80, da mesma forma que o número de casos suspeitos, que foi de 301 para 347.

Franzimar Siqueira de Morais, coordenador da Vigilância Saúde, destaca que a identificação de variantes é realizada pelo Lacen (Laboratório Central do Estado), a partir das amostras que o município envia rotineiramente.

Ômicron

“O Lacen demora alguns dias para apresentar os resultados e a identificação da variante do vírus, porém, até o momento não foi identificado nenhum caso da variante ômicron em Umuarama”, relata.

A previsão para os próximos dias, segundo Morais, é de aumento no número de casos suspeitos e, consequentemente, de confirmados para coronavírus.

Internamento

Ainda de acordo com o Boletim Covid, no Hospital Uopeccan há uma pessoa de Umuarama sendo tratada na UTI. Já nas enfermarias, não há ninguém da cidade internado.

Leitos desativados

Na semana passada os últimos leitos exclusivos para o tratamento da covid-19 foram desativados em Umuarama (Hospital Uopeccan). O mesmo ocorreu nos hospitais referências de Cianorte e Paranavaí.

Com isso, a macrorregião Noroeste passou a concentrar os leitos de UTI e enfermaria em Goioerê, Colorado e Maringá. O número total de UTI caiu de 111 para 50 e os leitos enfermaria de 116 para 80, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. A região Noroeste é a que concentra o menor número de leitos exclusivos para tratamento da covid em todo o Paraná.

Bandeira verde

Mesmo com os números em ascensão, o município segue classificado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) com bandeira verde, indicando que o risco de contaminação é considerado baixo.

Vacinação

“Nunca é demais pedir à população que não deixe de completar o ciclo vacinal, com a primeira, segunda e dose de reforço. Fiquem atentos ao calendário de vacinação e continuem respeitando os protocolos para impedir a proliferação do vírus, usando máscaras, álcool gel e sem aglomerações”, recomenda Morais.

Em 21 meses de pandemia, 19.642 pessoas receberam exames com resultados positivos para covid-19, sendo que, deste total, 19.237 se recuperaram (98%). “Felizmente nenhuma morte pela doença foi registrada e o total de óbitos continua em 325”, pontua o coordenador.