Aragão Filho

19/04/2019

Aragão Filho

19/04/2019 07H00

Hesitação

O PSDB faz pesquisa para mudar de nome, a pedido de Dória, que está de olho na próxima eleição presidencial, para a qual pretende ser ‘novidade’.

Não fica bem ‘novidade’ em partido velho.

A turma que não perdoa nem que doa já tem sugestão:

– A exemplo do Podemos, o PSDB poderia se chamar ‘Hesitemos’…

Ô raça!

Influente

Jair Bolsonaro entrou na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time.

Sabe o que isso significa?

Nada, absolutamente nada, relaxa, vai…

La vem chumbo

O senador Flávio Bolsonaro apresentou projeto de lei que retira do Código Florestal o capítulo que trata da reserva legal obrigatória em propriedades rurais.

Se passar, terá impacto na região, onde há negócios envolvendo posses nas ilhas do Rio Paraná, que foram legalizadas em favor dos seus moradores originais e vendidas para servirem de reserva em permuta ambiental, tudo dentro da lei.

Vai ser uma briga das grandes!

Toma-lá

Esta modesta coluna comentou em tempos idos que sem toma-lá-dá-cá ninguém governa o Brasil.

É o sistema.

Sem mudar todo o sistema, o Brasil continuará preso ao atraso.

Portanto, nenhuma surpresa em saber que cargos de segundo escalão no plano regional serão entregues aos deputados que ajudarem o governo a aprovar as reformas.

Nem decepção, porque nunca imaginei que o viciado Congresso que o povo confirma eleição após eleição teria qualquer preocupação com o Brasil real.

Apenas fé no futuro, porque o futuro à Deus pertence.

Ele disse:

Eu já declarei que considero que foi um ato de censura isso aí. Óbvio que está no seio do Judiciário, é uma decisão tomada pelo STF e compete ao Judiciário chegar a um final disso aí tudo. Não quero tecer críticas ao Judiciário. Cada um sabe onde aperta os seus calos. Eu espero que se chegue a uma solução de bom senso nisso aí. Acho que o bom senso não está prevalecendo.”

De Hamilton Mourão, vice-presidente, ao dizer que houve censura contra O Antagonista e à Crusoé.

Trilha sonora

Esta coluna foi escrita ao som do incrível violeiro Bambico, que muita gente acredita ser nativo de Umuarama, só que não é.

Quando Bambico nasceu em Taciba, São Paulo, em 1944, não havia sequer projeto da cidade de Umuarama.

Bambico morreu cedo, aos 38 anos, não chegou a usufruir do reconhecimento como um dos maiores violeiros do Brasil, nem sua influencia na criação do pagode sertanejo.

Mas ouviu muitas vezes do grande Tião Carreiro que Bambico foi quem mais o influenciou na batida do pagode de viola. https://www.youtube.com/watch?v=69mO2gbjPIA

Encenação solidária

A Encenação da Paixão de Cristo, hoje com início às 19h30, no morro da Sanepar, só é possível porque centenas de voluntários se unem para que a população tenha a oportunidade de vivenciar cenas que evangelizam, aos nos recordar todo o sofrimento de Jesus.

Ajuda-los é ajudar a promover o belo evento.

Quem puder doar 1kg de alimento não perecível ou 1 litro de leite, vai ajudar quem precisa.

Se puder doar um tempinho no trabalho de desmontagem dos palcos, o que ocorre logo após a encenação, também é bem vindo.

Wagner Godói (Fipal), Ilídio Coelho Sobrinho e Zé Leo

Diretor Comercial do Grupo Fipal, Wagner Godói

O diretor Comercial do Grupo Fipal, Wagner Godói tem sido presença frequente na filial do grupo em Umuarama. Esta semana ele recebeu para almoço na sede do grupo em Cascavel o jornalista Ilídio Coelho Sobrinho, diretor do Ilustrado e da Ilustrada FM. Também esteve presente o radialista Zé Léo, líder absoluto nas audiências de domingo das emissoras de rádio de Umuarama.

Aniversário

O sábado de Aleluia terá motivo a mais para comemoração na família do casal Teresa Akiko Barbosa e o popular Que Que. Teresa comemora aniversário amanhã e recebe os parabéns especiais do marido, outros familiares e amigos.