Aragão Filho

Coluna

Aragão Filho

16/12/2020 07H00

Na Ilustrada FM

O gerente da agência da avenida Brasil do Sicredi, de Umuarama, O Jacques Pacheco,, durante visita a Radio Ilustrada FM

Encontro em Tapejara

A foto mostra o encontro entre o vereador recém-eleito na cidade de Tapejara, Raimundo Tavares Grilo e o secretário de Finanças da Prefeitura, Roberson de Oliveira.

União planeja investir R$ 20 bi na

compra de vacinas, diz Ricardo Barros

O deputado federal e líder do Governo na Câmara, Ricardo Barros (PP/PR), afirmou que o Governo Federal está preparando uma Medida Provisória para reservar R$ 20 bilhões que serão utilizados na compra de vacinas contra a Covid-19 para toda a população brasileira. O anúncio foi feito nesta terça-feira (15), durante a reunião da Frente Parlamentar do Coronavírus da Assembleia Legislativa do Paraná. “O presidente Bolsonaro está tratando deste assunto e está envolvido diretamente nas ações para comprar vacina a todos os brasileiros. Isso vai acontecer”, afirmou o líder do Governo, que também destacou que nenhuma empresa ainda pediu o registro de vacina. “Ainda não sabemos a quantidade de oferta que teremos de vacina e sua logística de distribuição”. O parlamentar frisou que o valor será suficiente para comprar doses para vacinar toda a população. “São 200 milhões de brasileiros, duas doses para cada um. São R$ 20 bilhões para nós ofertamos vacinas a todos os brasileiros, exceto gestantes e lactantes, que não podem tomar; pessoas que não querem por inúmeros motivos; além dos brasileiros que já tiveram a doença e podem estar imunizados”, enumerou.

Ele disse:

Vacina não olha ranking social ou se vai imunizar alguém de direita ou de esquerda. Vacina é para salvar vidas, salvar pessoas. A vacina tem que proteger do banqueiro àquele que usa o chinelo de dedo. Do empresário ao valoroso gari. Do chefe de Estado ao officeboy. Vacina precisa e deve ser universal… Vacinar é um ato de amor, um ato de solidariedade humana, de solidariedade cristã.”

De Beto Preto, médico, secretário de Saúde do Paraná.

Metafísico

E quando é que alguém vai zerar o imposto sobre óleo de peroba, hein?

Sem pressa

Comissões da Câmara de vereadores de Londrina desaprovam contas de 1999 de Antonio Belinati.

Vários e vários adiamentos e 21 anos aguardando julgamento.

Defesa pediu prorrogação de prazo.

Pra quando?

Papo rápido

– Sindicatos pedem ‘lockdown’ para reduzir transmissão de Covid-19 no transporte coletivo em Curitiba…

– Por aqui, pelas lotações que se vê, o vírus não vai de ônibus…

Cortes na carne

A Câmara de vereadores de Goioerê aprovou significativa redução dos cargos em comissão lotados no Poder Legislativo, de oito para apenas dois.

Cortou também os valores das diárias.

A economia prevista é de R$ 440 mil por ano.

Palavra não existiu

Sites “The Intercept Brasil” e “NDMais” devem retificar notícias veiculadas do caso Mariana Ferrer, a blogueira vítima de agressão sexual em Florianopolis, esclarecendo que a expressão “estupro culposo” não foi citada nem usada como fundamento da sentença criminal.

Decisão é da juíza Substituta Cleni Serly Rauen Vieira, da 3ª vara Cível de Florianópolis/SC, que também determinou (agindo como chefe de redação) o esclarecimento de que o juiz da causa realizou intervenções para a ordem da audiência.

A expressão “estupro culposo” ganhou todas as manchetes do país e foi uma ‘licença poética’ dos sites citados.

Licença poética é fake news…

Palavra de quem sabe

A pesquisadora e pneumologista Margareth Dalcolmo, da FioCruz, disse ue o Brasil está atrasado há pelo menos seis meses com plano de logística para a vacina brasileira contra a covid-19.

Não é só a vacina, tem uma enorme e complexa rede que demanda necessidades logísticas gigantescas antes de a vacina chegar.

Dra. Margareth falou sobre isso durante o programa “Roda Viva”, da TV Cultura.

Ultimo

Bolsonaro foi um dos últimos líderes mundiais a cumprimentar o presidente eleito dos EUA Joe Biden.

Lá na Vila IoIo a turma diz que chega por último viaja em pé.

Quem chega primeiro senta na janela…

Quem manda

Enquanto a gente segue vendo amigos cortarem cumprimentos por causa de desentendimentos políticos, o Brasil paga cerca de R$ 500 bilhões a título de serviço da ‘dívida pública’, que o brasileiro não sabe o que é e nem se deve mesmo, mas que se não pagar suja o nome na praça, a banca internacional bota nossa cotação lá em baixo, o risco Brasil aumenta e o país vira caloteiro.

Então paga e não reclama, e não ouse falar em auditoria de dívida do governo.

Na outra ponta, cerca de R$ 500 bilhões são sonegados por gente graúda.

Gente de alto coturno, que faz churrasco de carne de boi Wagyu, come Kobe Beef no palitinho.

E o problema é o auxílio emergencial?

Fala sério…

Só em fevereiro

Relatório da Frente Parlamentar do Coronavírus, da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), divulgado ontem, terça-feira (15), indica que os testes da fase 3 da vacina russa Sputnik V não devem acontecer antes de fevereiro de 2021 no Paraná.

Portanto, não aglomere neste fim de ano, se é que pedir por consciência coletiva, implorar, está valendo alguma coisa…