Aragão Filho

Coluna

Aragão Filho

02/10/2020 07H46

Felicidades!!!!!

Hoje é seu dia Luiz de Peder (Supermercado Luiz de Altônia), e queremos te parabenizar, parabéns pelo seu aniversário e também pela pessoa que você é. Um ser humano cheio de luz e que sempre se preocupa com todos que estão ao seu redor. Gostaríamos de aproveitar a oportunidade para agradecer a você por tudo que fez e faz por todos nós. Um marido dedicado, um pai exemplar, um amigo querido e um chefe espetacular. Que Deus te abençoe, realize seus sonhos e que nunca falte motivos para sorrir.

Aproveite seu dia!

São os votos de felicidades …de sua Esposa Sandra…seus filhos e de toda a sua equipe de colaboradores e amigos!!!!!

Soldado Adriano José reforça pedido de Escola Militar para Umuarama

O deputado estadual Soldado Adriano José reforçou ontem que está confiante na instalação em Umuarama de uma Escola Cívico-Militar. Ele lembrou que apresentou requerimento com pedido da escola ainda no ano passado. Um dos documentos foi encaminhado ao secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Dólar volta a subir e fecha no maior valor em quatro meses

Em mais um dia de volatilidade no mercado financeiro, o dólar voltou a subir e a fechar no valor mais alto em quatro meses. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (1º) vendido a R$ 5,653, com alta de R$ 0,038 (+0,68%).

A cotação está no maior nível desde 20 de maio, quando a moeda norte-americana tinha fechado em R$ 5,59. O dólar acumula valorização de 40,87% em 2020, o que torna o real a moeda com pior desempenho entre os principais países emergentes neste ano.

A divisa americana começou o dia em queda, abrindo a R$ 5,576, mas inverteu o movimento, passando a subir antes do fim de manhã. Na máxima do dia, por volta das 16h30, o dólar foi vendido a R$ 5,66.

As incertezas em relação ao Renda Cidadã, futuro programa social que deve substituir e ampliar o Bolsa Família, continuaram a interferir no mercado. O dólar passou a subir depois que o vice-presidente Hamilton Mourão declarou que a criação do programa depende de corte de recursos em outras áreas ou alguma medida fora do teto de gastos. Segundo Mourão, o governo não tem dinheiro extra, e caberá ao Congresso Nacional decidir.

Bruno e Marrone negam

separação: ‘Só se a morte nos separar’

Bruno e Marrone estiveram entre os assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta quinta-feira, 1º, após diversos rumores de que a dupla sertaneja havia se separado nas redes sociais.

Os comentários sobre os cantores, que possuem mais de 30 anos de carreira juntos, surgiram devido a um desentendimento entre os dois durante uma live, feita em parceria com Jorge e Mateus e o cantor Leonardo, no dia 13 de setembro.

Porém, a dupla desmentiu a informação através de um post no Instagram. “Acreditem sempre na verdade e não se deixem levar por mentiras. Seguimos juntos e fortalecidos, porque só nós sabemos o que sentimos um pelo outro”.

O artista Bruno também repostou a publicação em seu perfil pessoal, reiterando que não há ruptura: “Só se a morte nos separar”. Nos comentários, os fãs comemoram a notícia. “Não existe Bruno sem Marrone”, “Ufa, isso nunca pode acontecer”, escreveram alguns seguidores.

Ronnie Von lança canal no YouTube:

‘Significa que eu sou um youtuber? Significa’

O apresentador Ronnie Von lançou um canal no YouTube, publicando seu primeiro vídeo no dia 24 de setembro. “Eu me envolvendo com YouTube significa que eu sou um youtuber?”, brincou, concluindo com o meme “significa.”

“Eu sempre trabalhei no canal dos outros, em que todo mundo me dizia o que fazer. Aqui eu obedeço à sua ordem. E você vai viver a minha vida, o meu cotidiano, que não é muito diferente da sua, pode ter certeza”, explicou.

Ronnie Von pretende dar dicas de vinhos e culinária, além de conversar com personalidades no que chamou de “Garagem do Ronnie”, que terá vídeos às quartas-feiras e aos domingos, às 19h.

O apresentador está fora da televisão desde julho de 2019, quando foi demitido da TV Gazeta, onde apresentava o Todo Seu. Ele criticou o fato de não ter uma despedida de seu público, e já atribuiu sua demora em voltar às telas à pandemia do novo coronavírus.

A primeira entrevista que vai ao ar no canal de Ronnie Von no YouTube será com Leda Nagle, na próxima quarta-feira, 7.

Queimadas no Pantanal batem recorde em 9 meses e são as maiores em 23 anos

São Paulo (AE) – Ao contrário do discurso recente, e errado, do governo Bolsonaro minimizando o número de queimadas no Brasil, os dois biomas mais preservados do País fecharam o mês de setembro com altas expressivas no número de focos.

O Pantanal – maior planície úmida do mundo, que se estende pelos Estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul – apresentou a sétima alta mensal consecutiva e bateu o recorde do registro histórico para setembro, com 8.106 focos de calor, alta de 180% em relação ao mesmo mês do ano anterior, que teve 2.887 focos. Somente na quarta-feira, 30, os satélites captaram 682 focos ativos. Em apenas nove meses, o bioma também bateu o recorde anual.

De acordo com dados do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre 1º de janeiro e 30 de setembro, o total de pontos de fogo no Pantanal – 18.259 – já supera em 82% o total de queimadas observado ao longo de todo o ano passado no bioma (10.025). E é o maior valor observado para o período de um ano desde o início dos registros do Inpe, em 1998. O maior valor até então era o de 2005, com 12.536 focos para 12 meses.

Pantanal em chamas

Em área, as queimadas já consumiram neste ano cerca de 23% do bioma, segundo estimativas do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (Lasa), da UFRJ, compiladas até 27 de setembro. O cálculo aponta que o fogo atingiu até domingo 34.610 km².

O Instituto Centro de Vida (ICV), organização sediada em Mato Grosso e que tem acompanhado de perto as queimadas no bioma, relatou no início da semana que mesmo as primeiras chuvas de setembro ainda não foram capazes de controlar o alastramento dos incêndios no Estado.

Segundo o ICV, o fogo segue avançando pelo Parque Estadual Encontro das Águas, maior reduto de onças pintadas do mundo e que já teve 93% de sua área atingida. Outra unidade de conservação afetada foi a Estação Ecológica Taiamã, com 27% da área queimada.

Meteoro de grande magnitude com luminosidade

superior à da Lua é registrado no RS

Um meteoro de grande magnitude caiu na madrugada desta quinta-feira, 1º, no Rio Grande do Sul, despertando a atenção de gaúchos que viram a noite “virar dia” por alguns segundos. O fenômeno astronômico foi registrado pelo Observatório Espacial Heller & Jung, localizado em Taquara, na região do Vale do Paranhana. A explosão iluminou o céu da Serra gaúcha à 1h09 (horário de Brasília), sendo superior à claridade da Lua.

Esse foi o maior meteoro registrado desde o início dos trabalhos no centro, em 2016. Ele começou a brilhar a uma altitude de 89,5 km sobre a zona rural de Caxias do Sul, na região da Serra. O clarão também foi registrado em parte de Santa Catarina.

Conforme Carlos Fernando Jung, proprietário do observatório e diretor científico da região Sul da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon), o fenômeno se trata de um “superbólido” – meteoro extremamente brilhoso que provoca uma claridade maior do que o tipo fireball, que não explode no final.

“Durante seis segundos, o meteoro brilhou intensamente, superando facilmente o brilho da lua cheia até sua explosão final e extinção a 22 Km de altitude sobre o município de Vacaria, também no Rio Grande do Sul”, explicou ao <b>Estadão</b>.

Desde o começo do ano, o observatório já registrou mais de 11 mil meteoros, porém todos de baixa magnitude e massa. “Foi um bólido de grande magnitude, o maior registrado até agora, inclusive no Rio Grande do Sul”, afirmou Jung.

Dificilmente a queda de um bólido traz riscos quando entra na atmosfera, informou a MetSul Meteorologia. “Os fragmentos quando entram na atmosfera ‘pegam fogo’ e viram essa bola de fogo que explode ao final”, ressalta Estael Sias, meteorologista da MetSul.