Aragão Filho

Coluna

Aragão Filho

25/09/2020 07H57

Nota 10

Nota 10 para o vereador Toninho Comparsi pela aprovação do Projeto de Lei, já sancionado pelo prefeito Celso Pozzobom, que reconhece a visão monocular, ou seja, pessoas que possuem visão em um único olho, como deficiência sensorial do tipo visual.

É pena que Comparsi tenha desistido de buscar novo mandato.

É um vereador que eleva o nível do Legislativo.

Líder do Governo apresenta projeto para sustar promoção indevida a procuradores federais

Brasília: O ministro da Saúde, Ricardo Barros, divulga balanço sobre a execução orçamentária do Ministério da Saúde durante o ano de 2017. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O líder do Governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), apresentou nesta quinta-feira (24/9) projeto de decreto legislativo (PDL) para sustar os efeitos da Portaria 510, de 18 de setembro de 2020, da Procuradoria-Geral Federal.

A portaria promoveu, de uma só vez, 607 membros da carreira de Procurador Federal. A maioria deles – 606 procuradores – foi promovida ao topo da carreira. Com isso, daqui em diante, dos 3.783 procuradores federais, 3.489 (92%) ficam na chamada categoria especial, com rendimentos superiores a R$ 27 mil. “Diante do grave quadro de pandemia global e do cenário de ajuste fiscal no Brasil, essa promoção se mostra inoportuna e revela preocupante distanciamento social por parte de quem a editou”, explica o líder Ricardo Barros.

Barros ressalta que a portaria infringe o inciso I do artigo oitavo da Lei Complementar 173/2020, que, em função dos impactos econômicos da atual pandemia, proíbe, até 31 de dezembro de 2021, a concessão, a qualquer título, de “vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos”.

Tramitação

O projeto de Ricardo Barros precisará ser aprovado com maioria simples de votos no Plenário da Câmara, desde que esteja presente a maioria absoluta dos deputados (257).

Ele disse:

É um tapa atrás do outro na nossa cara, uma zombaria. É um absurdo. Quem vai pagar a conta mais uma vez são os paranaenses. Tenho alertado e criticado a falta de transparência nesses acordos de leniência. É evidente que o prejuízo à economia é muito maior, são duas décadas lesando os usuários de rodovias e impactando em toda a cadeia produtiva. Os valores devolvidos são irrisórios perto do volume desviado”.

De Luiz Carlos Romanelli, sobre a volta da cobrança da tarifa cheia de pedágios pelas concessionárias da Econorte, Ecovia e Ecocataratyas.

Campanha secreta

O Ministério Público Federal fez recomendação aos senhores candidatos e partidos para que não se faça campanha na rua ou distribua panfletos.

Zé Lino Tipo chiou:

– E eu vou imprimir o quê? Rótulo de xarope?

Audiência pública

A Câmara de vereadores promoveu ontem uma audiência pública virtual para debater o trabalho dos profissionais de enfermagem no combate ao novo coronavírus, assim como a atuação deles na estrutura do SUS

Foi em Curitiba.

Aqui, nossos magnos edis, com as honrosas exceções de sempre, se mantiveram na toca sobre o tema pandemia.

Metafísico

Com a redução do funcionamento das atividades do legislativo municipal aquela economia de gastos dos senhores vereadores será bem maior do que a que se deu durante a gestão da vereadora Maria Ornelas, né?

Militância

A militância da Globo está colocando seus astros em vexatórios flagrantes de incoerência explicita.

Nos programas de esportes, o comentarista Casagrande aplaudiu a ‘pegadinha’ da jogadora de vôlei com o seu lacrador ‘fora Bolsonaro’ ao vivo, mas condenou o jogador do Palmeiras que se manifestou a favor do presidente.

Dráuzio Varela, coitado, perdeu até a conta de quantas versões já apresentou sobre a covid-19.

Tá feio, e piorando…

Fique em casa

Dados de pesquisa do IBGE apontam que população mais rica e escolarizada é a que menos respeita isolamento no Paraná.

É aquela turma que repete o mantra ‘fique em casa’, mas que só vale para o outro.

Escrito apenas ontem…

A técnica inventa problemas humanos que só podem ser resolvidos pela própria técnica. A isso chamamos progresso!

– Paulo Bomfim.

Teto de gastos

No Paraná há 102 municípios com menos de cinco mil habitantes.

Todos estão enquadrados no limite do teto de gastos eleitorais.

Nas cidades com até 10 mil eleitores os candidatos a prefeito só poderão gastar R$ 123 mil reais e vereadores R$ 12 mil

O advogado Gilmar Cardoso, especialista em legislação eleitoral, faz o alerta.

É fogo

Em 18 anos, Amazônia perdeu área maior que estado de São Paulo.

Tudo culpa do capitão Bolsonaro.

O sujeito é um projeto de Nero que deu certo, segundo o noticiário…

Queimou o filme

A greve dos trabalhadores do transporte público em Maringá foi suspensa por oito dias.

Após a decisão, seis ônibus apareceram incendiados.

Investigadores identificaram o carro usado para transportar três pessoas filmadas atacando os coletivos na garagem da empresa.

O carro é de uma locadora.

E foi alugado a pedido de um sindicalista ligado ao Sintttromar, sindicato que representa os motoristas do transporte coletivo.

Que é isso, companheiro?

Papo rápido

– O Brasil tem 238 bilionários…

– E tem 211 milhões de pobres, sendo que mais da metade são miseráveis…

Me voy

Já tem argentino esperando reabrir a fronteira para se mandar para o lado de cá.

Os hermanos não estão agüentando o primeiro tempo do governo do Foro de São Paulo.

Proponho um teste na fronteira para liberar a passagem:

– Quem é melhor, Maradona ou Pelé?