Região

ALTO PARAÍSO

Após encontro, ex-moradores de Vila Alta terão relatos de suas histórias em livro

21/01/2019 10H07

Participantes de encontro na frente da Igreja Matriz

O grupo “Amigos para Sempre”, que reúne na rede social WhatsApp atuais e ex-moradores da antiga Vila Alta, hoje o município de Alto Paraíso, ainda comemora o sucesso do encontro realizado no fim do ano, já pensa no próximo e também começa a desenhar a proposta de escrever um livro com relatos históricos de quem viveu ou vive no local.

A união da galera começou quando a ex-moradora Nilza Golo criou, em 2015, o grupo Amigos para Sempre e passou a atrair a atenção de pessoas espalhadas por todo o Brasil e até no exterior. A partir das conversas foi definida a realização de um encontro na terra natal. E isso ocorreu nos dias 29 e 30 passado, mas muita gente aproveitou para ficar mais alguns dias na cidade e região revendo familiares e amigos. Por ironia do destino, a criadora do grupo não pode comparecer por motivos de saúde dos seus pais. Mas, mesmo à distância ela acompanhou tudo e até ajudou na organização.

Mais de 200 pessoas participaram no encontro que durou dois dias com várias atrações incluindo cafés da manhã, almoço, jantar, baile, roda de bate papo e até a entrega de um Título de Honra ao Mérito para homenagear antigos e atuais moradores. Os próprios participantes custearam as festividades com doações.

Estiveram à frente da organização do encontro em Alto Paraíso as participantes do grupo Juscelina Nascimento Duarte, Lenir Tódero, Marlene Lucena, Inajara Lucena e Dayze Jardim. Para elas, valeu a pena o esforço, pois ver tantos ex-amigos reunidos foi a realização de um sonho. E, mal terminou o primeiro, já tem gente cobrando a realização do segundo encontro, o que não está descartado, mas deve ocorrer daqui uns dois ou três anos.

Relatos em livro

Outra ideia que surgiu no grupo, principalmente de Clóvis de Matos, Dayze Jardim e Edson Pompílio é escrever um livro baseado em relatos dos amigos ex moradores da Vila Alta e dos pioneiros que continuam no município até hoje. A proposta é os fatos que marcaram a vida dos pioneiros, para permanecer na memória e na história do município. Todos estão sendo convidados a contribuir com relatos sobre suas vivências no município.