Cotidiano

NA MANHÃ DE DOMINGO

Alarme falso de assalto mobiliza PM em supermercado de Umuarama  

16/11/2022 10H01

Jornal Ilustrado - Alarme falso de assalto mobiliza PM em supermercado de Umuarama  

Um alarme falso de assalto em um supermercado mobilizou diversas viaturas da Polícia Militar em Umuarama, no noroeste do Paraná, na manhã de terça-feira (15). De acordo com a PM, a denúncia informava sobre um assalto que ocorria no supermercado localizado na avenida Londrina 

Em poucos minutos, viaturas foram deslocadas ao endereço, mas ao chegarem ao local, nada foi identificado.  

Os funcionários da unidade estavam assustados do lado de fora do estabelecimento.  

“A ocorrência foi despachada com base na informação passada por um solicitante que disse ter recebido o alerta de uma amiga que é funcionária do mercado. As circunstâncias convergiam para um crime de roubo, no entanto isso não se confirmou”, disse em nota a PM.  

Confira situações que podem enquadrar trote como ato criminoso: 

  • Art. 266 – Interromper ou perturbar serviço telegráfico, radiotelegráfico ou telefônico, impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento. Pena: detenção de um a três anos e multa. 
  • Art. 265 – Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública. Pena: reclusão de um a cinco anos e multa. 
  • Art. 340 – Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado. Pena: detenção de um a seis meses ou multa. 
  • Art. 339. Dar causa a instauração de investigação policial ou de processo judicial contra alguém, imputando-lhe crime de que o sabe inocente. Reclusão de dois a oito anos e multa. 

É considerado ainda o artigo 41 da Lei de Contravenções Penais, que fala sobre “provocar alarme, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto”.