Dr. Eliseu Auth

Eliseu Auth

A Hidra de Lerna

11/01/2021 22H38

Eliseu Auth

Temos tudo a ver com o ataque ao Capitólio. Foi contra a democracia. Digo aos incautos e aos inocentes úteis que a depredação da casa de leis dos Estados Unidos desmascara a canalha nazista. A insanidade mostra quem é essa gente. Já não nos enganam, pousando de nacionalistas. São asseclas de Hitler. Até exibiram faixas com afagos aos campos de concentração e lamentando que só foram seis milhões de judeus mortos no holocausto. Pasmemos! Foi o presidente Trump que incitou a selvageria.

Liberdade e igualdade são os fundamentos da civilização porque asseguram dignidade ao ser humano pelo só fato de ser o que é. Aos inocentes úteis, peço que acordem. Saibam que a canalha nazista é contra isso. Lá fora e aqui dentro, seu objetivo é destruir a democracia e o método é atacar as instituições. Veste roupas nacionalistas, baba o nome de Deus e até escreve o nome de “Jesus” que não tem nada a ver com eles. Porque são autoritários, odeiam o judiciário e o legislativo que cortam asas e põe limites aos tiranos.

Mais uma vez, peço aos incautos deste Brasil de meu Deus, acordem! Os ataques ao Capitólio não foram contra fraudes na eleição de Biden. A eleição foi limpa. Aqui também foi limpa, ao contrário do que dizem os “lambe botas” de Trump. Os ataques foram contra a democracia mesmo. E partiram de extremistas derrotados lá no norte. A mitologia grega pintou a opressão num monstro que chamou de Hidra de Lerna. Era uma serpente com corpo de dragão e várias cabeças de serpente que assombrava os pântanos e matava as pessoas. Aí botou Hércules, filho de Zeus para matar o bicho. A canalha nazista é pior que a Hidra porque não se restringe aos pântanos e se multiplica nos fundamentalistas e nos inimigos da democracia, mundo afora.

Do ataque ao Capitólio, fica a lição aos homens de bem: É preciso vigiar na defesa da democracia. E, como Hércules, derrotar a Hidra de Lerna.

(Eliseu Auth é promotor de justiça inativo, atualmente advogado).