Aragão Filho

23/04/2021

Aragão Filho

23/04/2021 22H01

NA PREFEITURA

O deputado Filipe Barros, o vereador Matheus Barreto e o médico Dr. Alvaro Barros também estiveram ontem na Prefeitura de Umuarama, onde foram recepcionados no gabinete pelo prefeito Celso Pozzobom. E o prefeito fez questão de agradecer: “Agradeço ao deputado federal Filipe Barros, um dos representantes do Paraná na Câmara dos Deputados em Brasília, e ao vereador Matheus Barreto pela visita ao meu gabinete. Conversamos principalmente sobre a liberação de emendas para nossa cidade. Que possamos continuar fazendo um bom trabalho pela nossa população”.

Deputado Filipe Barros faz visitas, reuniões e libera recursos em Umuarama

Diretor do Ilustrado e da Ilustrada FM, Ilídio Coelho Sobrinho na recepção ao deputado Filipe Barros, o vereador Mateus Barreto e o médico Dr. Alvaro Barros

O deputado federal Filipe Barros (PSL) cumpriu agenda nesta quinta-feira em Umuarama. Fez visitas, reuniões políticas e, atendendo pedido do vereador Mateus Barreto, liberou uma emenda de R$ 500 mil para a média e alta complexidade do Hospital Cemil, que tem como entidade mantenedora a Associação Beneficente São Francisco de Assis.

O parlamentar aproveitou para visitar o jornal Umuarama Ilustrado, acompanhado do médico Álvaro Barros e do vereador Mateus Barreto, onde foi recepcionado pelo jornalista Ilídio Coelho Sobrinho. E falou do comprometimento com as causas regionais citando que, além da emenda liberada para o Cemil, também já viabilizou mais R$ 500 mil para o município de Umuarama investir numa máquina retroescavadeira, cujo trâmite está na fase final, e lembrou que no ano passado conseguiu liberar mais R$ 800 mil para o combate à pandemia do coronavírus.

Ele disse:

Os adversários de Moro e da Lava Jato não têm como alegar que a operação infringiu a lei; o que realmente os incomoda é o rigor com que Moro agiu – nada mais que todo o rigor que a lei permitia

Que Moro tenha colocado as ferramentas da lei a serviço do combate à corrupção não tem nada de abusivo, mas de heroico. O ex-juiz foi inspiração e esperança para muitos brasileiros”.

Da Gazeta do Povo em editorial de ontem.

Do Castelo

Se os cães falassem, todas as marcas de ração já teriam falido.

– Carlos Castelo.

Lei João Dória

São Paulo pode barrar acesso a transportes e até concursos para quem não tomar vacina.

Quem não apresentar a carteira de imunização contra Covid-19, vai ser barrado em embarque em aviões, ônibus, metrôs e trens.

Também não poderão realizar inscrições em concursos públicos, tirar documentos e nem ingressar em instituições de ensino.

O mesmo vale para entrada de professores, alunos e funcionários em escolas, creches e faculdades.

É o que prevê o projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta semana e aguarda sanção do governador João Doria (PSDB) para entrar em vigor.

E já que perguntar não ofende…

Se não houve corrupção e roubalheira nos governos de Lula e Dilma, o que o STF pretende fazer com os mais de R$ 4 bilhões que foi devolvido justamente por corruptos confessos?

Direita e esquerda

Em muitos temas, Direita, Esquerda e Centrão são farinha do mesmo saco.

Quando se trata de não combater a corrupção, então, são amigos de infância.

Juntos, partidos e políticos de esquerda e de direita se uniram ao Centrão e fizeram tudo e mais um pouco para acabar com a Operação Lava Jato, finada há alguns meses.

A defesa da impunidade em casos de corrupção parece ser o ponto em comum a quase todas as tendências políticas neste nosso Brasil.

O resto é discurso para enganar a patuleia…

É um avanço

Há trinta anos, ou mais, se fala na duplicação da PR- 323 no trecho urbano de Umuarama, na região do aeroporto.

Quando o então prefeito Alexandre Ceranto adquiriu a área para um futuro parque industrial naquele entorno, hoje com grandes empresas funcionando, já havia promessas de melhorar o acesso entre o Gauchão e o trevo da rodovia para Mariluz.

Ficou na promessa.

Ratinho Junior disse que faria a duplicação e as passagens de acesso, pontes e trincheiras.

E está fazendo.

A ordem de serviço que vem assinar é para obra que já está em andamento.

Parece pouco, mas é a única promessa cumprida até agora quanto a PR-323.

Não está fazendo mais do que a obrigação, eu sei.

Mas era obrigação também dos antecessores, não era?

Trilha sonora

A coluna teve trilha sonora de Ronnie Wood, e sua guitarra conhecida por quem gosta de um som longe da cena.

I Got Lost When I Found You tem a sonoridade que agrada os ouvidos da turma da era dos sapatos de salto carrapeta, calça Lee boca de sino, camisa Volta ao Mundo, anel brucutu, topete e lambreta.

Papo rápido

– Todo dia, era dia de índio…

– Era dia de índio até Pedro Álvares Cabral apoitar sua barca nas praias de Porto Seguro…

Escrito apenas ontem…

Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?

– Guimarães Rosa.

O B que vale

A mãe de uma das desvairadas do BBB recebeu ameaças de morte.

Tem que meter a Lei de Segurança Nacional nos bandidos.

No Brasil, três B valem mais que o B de Bolsonaro.

– O Rogério Distéfano.

‘Sensação de liberdade’, diz Jojo Todynho

após retirada de balão gástrico

São Paulo (AE) – Jojo Todynho foi a um hospital nesta quarta-feira, 21, para retirar o balão intragástrico que ela havia colocado para auxiliar no seu processo de emagrecimento. A cantora estava com o instrumento no estômago há quase um mês. Em stories, a campeã de A Fazenda apareceu no hospital dizendo que estava bem e que explicaria depois o que estava acontecendo. No início da tarde, já em casa, contou que decidiu retirar o balão por não se sentir confortável.

“Estou bem, graças a Deus. Antes de começar as fake news, já aviso que estou ótima”, iniciou a funkeira. “Quero agradecer a todos pelo carinho. Fui fazer a retirada do balão, porque ele estava me causando muito desconforto. Fiquei 25 dias com ele e perdi 14 quilos”.

O balão intragástrico é uma alternativa não-cirúrgica para a perda de peso que promove, temporariamente, uma sensação de maior saciedade. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, a remoção do balão de silicone é realizada, geralmente, seis meses após a sua colocação, mas a cantora decidiu retirar antes.

“Agora, é tomar vergonha na cara para me cuidar e poder beber água em paz, porque estava difícil, de verdade. Sabe a sensação de liberdade? É o que estou sentindo. Foi ótimo, mas já deu o que tinha que dar”, finalizou a artista.