Policial

PM

Cerimônia ao patrono homenageia policiais militares

21/05/2019 08H42

A Polícia Militar realizou nesta segunda-feira (20) cerimônia alusiva ao nascimento do Patrono da Polícia Militar, Coronel Joaquim Antônio de Moraes Sarmento. Em Umuarama e em Cruzeiro do Oeste, os eventos foram marcados com homenagens a policiais que se destacaram na atuação profissional.

No 25º Batalhão da Polícia Militar foram homenageados 10 policiais que atuaram diretamente no atendimento e na resolução ao roubo a uma joalheria, ocorrida no fim de abril em Umuarama. O crime foi no início da tarde do dia 29 de abril e mobilizou as forças policiais de toda a região. Membros da quadrilha foram identificados e presos, bem como parte das joias recuperadas.

“O Coronel Sarmento é um grande exemplo de comprometimento e dedicação com a causa pública. E hoje tivemos a oportunidade de homenagear os policiais que solucionaram uma ocorrência de vulto, um assalto e fazendo essa homenagem e esperamos com isso que os policiais se sintam incentivados a continuar atuando em favor da população”, afirmou o comandante do 25º BPM, do tenente-coronel Agnaldo Letrinta, f

Em Cruzeiro do Oeste, No 7º BPM foram homenageados o 3º sargento Elton Ricardo Varago, Comandante do Destacamento Policial Militar de Moreira Sales, como policial Destaque do Mês e outros 11 militares pelos serviços prestados no atendimento de duas ocorrências.

A primeira envolveu oito militares que apreenderam cerca de 300 kg de maconha e prenderam três pessoas por associação criminosa. Os demais homenageados atuaram no salvamento de um bebê de apenas 11 dias que havia engasgado com o leite materno.

BOXXX

CORONEL SARMENTO

O Coronel Joaquim Antônio de Moraes Sarmento foi reconhecido patrono da Polícia Militar do Paraná por ter dedicado sua vida à corporação e pela luta na “Campanha do Contestado”, em 1912, na qual teve o olho ferido.

Nasceu no dia 17 de maio de 1882 e ingressou na Polícia Militar em 1907. Participou de todas as operações revolucionárias travadas pela corporação entre 1912 e 1926, comandando a tropa paranaense na “Revolução de 1924”.

Sarmento foi para a reserva em 1926, sendo chamado à ativa em 1929 pelo período de um ano, sendo definitivamente reformado em 1930. O coronel faleceu no dia 21 de Abril de 1934, dia de Tiradentes, patrono das polícias do Brasil.

A perpetuação de sua memória é a demonstração do verdadeiro reconhecimento ao herói que com o seu amor ao próximo, à corporação, ao estado e à pátria, foi modelo de miliciano, que só engrandeceu a Polícia Militar do Paraná ao longo da história.