Aragão Filho

23/04/2019

Aragão Filho

23/04/2019 07H39

Do Fraga

O acordo é o seguinte: Ninguém é obrigado a concordar com ninguém…

Alô mamãe

Poderoso como presidente da CCJ, Felipe Francischini, batalha pela aprovação da reforma da Previdência do jeito que quer o governo Bolsonaro.

Mas, fez chegar aos ouvidos do governo que não custa nada recompensar tanta dedicação e arranjar um cargo na diretoria jurídica de Itaipu para a madrasta, Flavia Francischini.

E viva a nova política!

Lei Rouanet

No seu encontro com a patuléia através das famosas “live’s” das quintas-feiras, no Facebook, presidente Bolsonaro disse que vai “moralizar” a concessão de benefícios previstos na Lei Rouanet.

Nem é preciso gastar muito latim; basta cortar a captação de recursos para medalhões das artes e favorecer quem não consegue levar cultura ao povo sem recorrer a rifa, venda de pizza, promoção de bazar…

Metafísico

Alguém sabe dizer qual é o motivo para o governo tornar secretos os estudos e pareceres técnicos que fundamentaram a proposta de reforma da Previdência?

Coligações

O fim das coligações para a eleição de vereadores vai impactar eleições do ano que vem, mas pelo andar da boiada nem vereadores, nem candidatos a prefeito perceberam o nó que se avizinha.

A classe política, que nunca deu a devida importância a partidos, parece não entender que em 2020 haverá uma eleição que deverá ser decidida, pelo menos parcialmente, um ano antes.

Ninguém se mexe…

Amizade sincera

É incrível a amizade e solidariedade entre políticos quando há ameaça a vantagens indevidas, mesmo quando nunca se bicaram.

A PEC que prevê o fim das aposentadorias de ex-governadores do Paraná encontra dificuldades para avançar por que, acredite, há deputados que resistem a idéia de extinguir a milionária aposentadoria de políticos, até mesmo daqueles que passaram apenas alguns meses governando o Estado.

Não é fácil consertar o Brasil…

Escrito apenas ontem…

Todos os homens nascem iguais, e alguns até piores.

– Millôr Fernandes.

Papo rápido

– E ai, foi pra ruas malhar o Judas?

– Nem precisei, malhei nas redes sociais mesmo…

Conselheiro

Se Antonio Conselheiro fosse vivo, deixaria de ser conselheiro para prezar pela lisura.

Sete conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul ganharam as manchetes ontem, segunda-feira, 22, após receberem R$ 1,4 milhão entre salários e ‘outros pagamentos’ em apenas dois meses, entre janeiro e fevereiro deste ano.

Os dados foram levantados junto ao Portal da Transparência da Corte e são públicos.

Amigão

Umuarama passou a contar repentinamente com tanto ‘amigo do povo’ que já há o temor de faltar povo para essa gente socorrer.

É o milagre da antevéspera de eleição.

Pedágio maluco

Quem viaja pela BR-163 no Mato Grosso do Sul não fica feliz com a CCR-MSVia, concessionária que explora a rodovia.

Explorar é o termo correto, pois, além de não duplicar o trecho prometido, agora reduziu o número de atendentes nas praças de pedágio

O motorista trafega por uma rodovia meia-boca e ainda precisa ter paciência pra pagar o pedágio, é mole?

Ele disse:

Quem defende Dilma Rousseff não gosta do PT.”

De Euler Belém, jornalista.

Estudantes de Tuneiras do Oeste ganham ovos

O prefeito de Tuneiras do Oeste, Taketoshi Sakurada, o popular Boia, ajudou abrilhante a Páscoa dos estudantes municipais. Foram distribuídos ovos de chocolate para todos os alunos. E o prefeito fez questão de participar das entregas na sede e nos distritos.