Arquivo

Música

Versão acústica Nós 3

06/06/2020 08H36

Para quem curte a vibe intimista das músicas acústicas, o cantor Kafé preparou uma surpresa: ele lançou a versão acústica da faixa “Nós 3”, que ganhou uma atmosfera bastante romântica no novo formato. A música, que já está disponível em todas as plataformas é um dos maiores sucessos do artista, e recentemente também ganhou uma versão remix, em parceria com o produtor e beatmaker Ruxell. A versão acústica de “Nós 3” surpreende os fãs do cantor, já que seus dois lançamentos prévios foram versões remixadas – além de “Nós 3”, “360” também foi relançada, com a assinatura do ATTOOXXAA – , e traz todo o charme e suavidade que só a voz e o violão são capazes de proporcionar aos grandes sucessos. Kafé está preparando ainda outras novidades para os próximos meses e os fãs podem contar com versões acústicas de outros sucessos, além de músicas inéditas.

Sigle/Clipe

Matuto de Verdade – Mano Walter

Matuto é quem vive no campo, no mato, na roça, no interior! E é assim que Mano Walter se define com orgulho – um matuto raiz – em seu novo hit “Matuto de Verdade”, que já está disponível em todas as plataformas de música. O clipe, disponível no canal do YouTube do artista traz um Mano Walter à vontade em seu próprio haras – a maior parte das imagens foi gravada na propriedade do cantor, onde ele está com a família durante a quarentena, com o auxílio de apenas um cinegrafista -, cuidando dos cavalos, carregando feno e até dirigindo um trator. “Eu fui criado no campo, cresci frequentando vaquejadas e me sinto bem demais nesse ambiente, quis trazer isso para o clipe e mostrar para as pessoas um pouco dessa vida no interior que eu tanto amo”, diz Mano. Com imagens feitas também em Mossoró e Natal, o clipe contou ainda com a participação da Miss Natal 2018, Nahirza Ferreira, e de Pim Morais, que já havia participado do clipe “Monta Logo Vai”, outro sucesso de Mano Walter. Natural de Quebrangulo/AL, o vaqueiro que conquistou o Brasil não esconde de ninguém sua paixão pelo campo. Em “Não Deixo Não”, uma das músicas que elevou o nome de Mano Walter a nível nacional e passa dos 390 milhões de visualizações, ele já cantava os versos “deixar de ser vaqueiro, ouvir forró e ouvir modão, não deixo não, largar o meu chapéu pra usar gel, não deixo não”.