Umuarama

Infraestrutura

Restaurante Popular de Umuarama vai servir mil refeições​ por dia

17/08/2020 16H08

Com ordem de serviço assinado em maio de 2019, o Restaurante Popular de Umuarama tem a previsão de iniciar as atividades em a partir de 2021 e servir até mil refeições diariamente, a um baixo custo.

A unidade é uma das 20 que o Governo do Estado está construindo ou modernizando em parceria com os municípios, por meio do Programa Paranaense de Apoio aos Restaurantes Populares, voltado para cidades com mais de 80 mil habitantes.

Em Umuarama, o investimento é de R$ 3,9 milhões, incluindo a contrapartida municipal de aproximadamente R$ 420 mil. A previsão é que a obra seja concluída até dezembro e que o serviço comece a funcionar no começo do ano que vem.

MARMITAS E REFEIÇÕES

Localizado no Parque Danielle, ao lado do Banco de Alimentos do município, o espaço tem proposta tanto de servir as refeições no local, como também entregar marmitas a trabalhadores, moradores de outros bairros e a estudantes do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que têm campi também nas proximidades.

O sistema de entregas segue o exemplo do que já é feito em Toledo. A cidade do Oeste do Paraná implantou uma cozinha social e sete restaurantes populares, que fornecem refeições não só para a população em situação de vulnerabilidade, como também para as escolas municipais. O projeto é anterior ao programa estadual, mas o governo contribui atualmente com a modernização das unidades, um investimento de R$ 1,5 milhão.

AGRICULTURA FAMILIAR

Além de servir refeições à população em situação de vulnerabilidade social, os restaurantes populares também beneficiam os agricultores familiares, que se tornam fornecedores. “Os restaurantes servem comida de verdade, grande parte dela produzida pela agricultura familiar. É uma via que atende dois públicos prioritários, as pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e os pequenos produtores”, afirma Márcia Stolarski, chefe do Departamento de Segurança Alimentar da Secretaria da Agricultura.

Dentro desse processo de fortalecer a agricultura familiar, o Governo do Estado criou o programa Compra Direta Paraná, que adquire alimentos dos produtores rurais para repassar a entidades sociais e aos equipamentos de segurança alimentar do Estado. O programa emergencial está destinando R$ 20 milhões para as compras de 70 itens dos agricultores familiares, beneficiando as comunidades impactadas pela pandemia do novo coronavírus.

SEGURANÇA ALIMENTAR

O equipamento vai ajudar a compor a rede de segurança alimentar de Umuarama, explica Vinícius Gimenez, diretor de Agricultura da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. “Vai ajudar muito a população mais vulnerável, que sofre com a insegurança alimentar. Com o apoio do Governo do Estado, vamos combater essa grande dificuldade que ainda enfrentamos na nossa cidade”, diz.

Umuarama já conta com o Banco de Alimentos, que fica no terreno ao lado do Restaurante Popular e distribui cestas com frutas, legumes e verduras a cerca de 900 famílias por mês. Além dele, há também o Sacolão do Produtor, parceria com a Cooperativa dos Produtores Rurais de Umuarama (Cooperu), que vende no varejo os produtos da agricultura familiar. 

OFICINAS

A proposta do restaurante também oferecerá oficinas de aproveitamento integral de alimentos, educação alimentar, preparo e manipulação de alimentos.