Umuarama

Social

Projeto Restauração de Umuarama está há 21 anos ajudando e reestruturando famílias

15/03/2021 09H00

Nascido no dia 4 de abril de 2001, em Umuarama, o Projeto Restauração nos 21 anos de atuação ultrapassou os limites da denominação “casa de recuperação” e hoje é uma instituição que trabalha no desenvolvimento do ser humano, buscando restaurar famílias e também o futuro das crianças.

Fundador e presidente do projeto, o advogado Juarez Casagrande, explica que ao longo dos anos a casa de recuperação tomou corpo e hoje sua atuação vai além da recuperação de homens dependentes químicos. O projeto tem um olhar para as famílias e na prevenção ao uso de drogas. “Quando falamos em recuperação de dependentes químicos estamos falando de uma família, que está recebendo de volta um filho, um pai ou um marido”, ressaltou.

Com uma metodologia seguindo três fases do desenvolvimento, o pastor Cris Batiston, coordenador do Projeto Restauração, conta que ao entrar na casa a pessoa passa pela desintoxicação, libertação física e espiritual; seguido da segunda fase na qual a pessoa é apresentada a novos hábitos, nova imagem de si e do núcleo familiar, além de novos valores, planos e atitudes que reflitam em condutas responsáveis. Por fim a terceira fase, com a continuidade no processo terapêutico e a potencialização do processo de auto crescimento e da maturidade.

“Neste trabalho é preciso reconstruir a cultura da pessoa, para isso são sete meses com um trabalho embasado no conhecimento científico, nos princípios cristãos e reconstrução de hábitos. Por isso que a família tem que estar junto”, enfatizou pastor.

Fundador e presidente do projeto, o advogado Juarez Casagrande e o pastor Cris Batiston

Olhar humano

Para seguir atuando frente a recuperação de famílias, o projeto conta com uma equipe qualificada e composta de coordenador, monitores, psicóloga, assistente social, motorista, cozinheira, gestão administrativa, ministro do evangelho, professores e estagiários. “Nosso trabalho é calcado na seriedade e ver a pessoa como um ser humano. Desta forma, temos todos os reconhecimentos nas esferas do município, estado e união”, explicou Casagrande.

Além do trabalho com os dependentes químicos o projeto tem braços que atuam com crianças, familiares e também foram do País.

Relatos de amor e vitória

Mais de mil homens já foram atendidos ao longo dos 21 anos de Projeto Restauração e com uma taxa de recuperação alta, histórias de vitória não faltam. Assim é o relato de uma mãe que preferiu não se identificar.

“O Projeto Restauração foi um canal para a minha conversão junto com meu filho. Através do projeto minha vida mudou muito, não foi só meu filho que ficou internado nesses sete meses eu também fiquei, mas do lado de fora. Agradeço a Deus por ter colocado o projeto nas nossas vidas”, disse.

Para o pastor Batiston, que também atua em psiquiatria, a solução para o adicto é possível, pois pessoas que passaram pela casa hoje são profissionais respeitados, pais de família que atuam na sociedade de forma sadia. “Quando vemos o nascimento do neto de um cara que era para estar morto pelo uso de crack, quando vemos essa pessoa com a família restaurada, nós sabemos que é possível e como esse trabalho, essa entrega é importante para sociedade”, finalizou.

O Projeto Restauração está situado na travessa Ypê, chácara São José em Umuarama e atende pelo telefone (44) 3056-5305 e nas suas redes sociais.