Cotidiano

Polícia pede prisão de travesti que roubou idoso na rodoviária

30/08/2018 09H50

Umuarama – O delegado-chefe da 7ª SDP Osnildo Carneiro Lemes pediu à Justiça a decretação da prisão temporária de uma travesti suspeita de envolvimento no roubo a um idoso de 92 anos na tarde de terça-feira (28), no interior da Estação Rodoviária de Umuarama.

Uma mulher de 31 anos, apontada como comparsa da travesti foi presa em casa pela Polícia Militar pouco depois do roubo. Aos policiais militares, a mulher teria confessado o assalto com a intenção de pagar uma dívida com um traficante.

Já na delegacia, a mulher mudou a versão e negou qualquer participação, inclusive de conhecer a travesti. “Mas temos uma testemunha que já prestou depoimento que viu toda a situação”, afirmou Lemes.

Segundo o delegado, a vítima contou que ele e a esposa são moradores do distrito de Lovat e que na terça-feira (28) vieram para Umuarama onde recebeu a aposentadoria. “O casal estava na rodoviária para pegar o ônibus de volta para casa. O homem precisou ir ao banheiro, quando foi atacado pelas duas assaltantes”, afirmou o delegado.

As duas criminosas agrediram o idoso dentro do banheiro masculino e roubaram R$ 1,2 mil, fugindo em seguida pela rua Perobal. Um comerciante da Estação Rodoviária testemunhou o roubo.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas e a PM acabou prendendo a mulher de 31 anos, em um pensionato, na avenida Rio Grande do Norte. O dinheiro não foi recuperado. Segundo a polícia, a mulher detida contou que a aposentadoria do idosos ficou com a travesti.