Vida e Cultura

clássico

“Laços de Família” está de volta no “Vale a Pena Ver de Novo”

03/09/2020 08H32

Hospital – Leucemia – raspando a cabeça

A cena de “Laços de Família” na qual Camila (Carolina Dieckmann) tem a cabeça raspada para o tratamento de leucemia entrou para a história da televisão brasileira / Roberto Steinberger-RG

A novela marcou época com a cena em que Camila (Carolina Dieckmann) tem a cabeça raspada durante o processo de tratamento da leucemia

Um clássico da dramaturgia está de volta a partir desta segunda, no “Vale a Pena Ver de Novo”. Em “Laços de Família”, o autor Manoel Carlos mostrou uma crônica urbana ambientada no charmoso bairro do Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e discutiu as relações humanas, especialmente entre pais e filhos, com simplicidade e doses equilibradas de ficção e realismo. Na primeira semana no “Vale a Pena Ver de Novo”, a novela divide a faixa com as emoções finais de “Êta Mundo Bom!”. A partir do dia 14, a novela passa a ocupar todo o horário e estreia também no Globoplay, como parte do projeto de resgate de novelas clássicas da plataforma. 

Completando 20 anos de sua primeira exibição, “Laços de Família” foi movida pelo amor incondicional de Helena (Vera Fischer) pela filha Camila (Carolina Dieckmann). No início da trama, Helena, uma empresária do ramo da estética, se apaixona pelo médico Edu (Reynaldo Gianecchini), muitos anos mais novo do que ela, e os dois iniciam um romance. Mais adiante, Camila retorna de uma temporada de estudos no exterior e se apaixona pelo namorado da mãe, que decide abrir mão do amor por Edu e começa a se relacionar com Miguel (Tony Ramos), homem culto e charmoso, dono de uma livraria no Leblon.

O ponto alto de “Laços de Família” aconteceu quando Camila foi diagnosticada com leucemia e Helena mostrou estar disposta a qualquer sacrifício para salvar a vida da filha. A cena em que a jovem tem a cabeça raspada durante o processo de tratamento da doença, ao som da canção “Love By Grace”, de Lara Fabian, entrou para o rol dos momentos mais antológicos da televisão brasileira. Carolina Dieckmann conta que antes de gravar a cena jamais poderia imaginar o impacto que causaria nela e no público. “Foi nesse momento que a personagem entrou de uma maneira física em mim. Eu senti que ela estava mais forte do que nunca, e isso passou para a cena, não fui só eu que senti. Acho que todo mundo que vê a cena identifica que tem ali um encontro físico da personagem com a atriz”, relembra Carolina.

Além da trama em torno do trio de protagonistas, diversas histórias e personagens da novela se destacaram. Ao interpretar Capitu, uma universitária que trabalhava como garota de programa para sustentar os pais e o filho pequeno, Giovanna Antonelli foi uma das grandes revelações da trama. Vinte anos após a exibição original, ela ainda é lembrada pela personagem, até no exterior, já que a novela foi vendida para mais de 60 países. “Laços de Família” foi o primeiro trabalho de Reynaldo Gianecchini e Juliana Paes em novelas. O ator relembra o quanto foi intenso e transformador estrear em horário nobre, contracenando com atrizes veteranas como Vera Fischer e Marieta Severo. “Foi uma responsabilidade enorme fazer meu primeiro trabalho na TV numa novela com o porte e a força de ‘Laços de Família’. De cara foi uma loucura fazer par romântico com a Vera, a musa que eu cresci assistindo. E quando soube que a Marieta seria minha tia, também não acreditei, porque sempre fui fã dela. A troca com a Carolina foi muito legal e intensa. As três foram generosas e me acolheram. E ainda tinha a Juliana Paes começando comigo. Tenho muito carinho pelo o que a gente viveu junto nessa novela”, revela o ator.     
O elenco especial e as histórias envolventes ganharam charme com o colorido do Rio de Janeiro, situações típicas do cotidiano e a trilha sonora marcante, repleta de clássicos da Bossa Nova. É impossível pensar em “Laços de Família” e não vir à mente o tema de abertura “Corcovado”, interpretada por Astrud Gilberto, com participação de Tom Jobim, João Gilberto e Stan Getz; e “Samba de Verão”, que embalava o romance de Helena e Edu, na voz de Caetano Veloso; além da versão da música em inglês “So Nice” (Summer Samba), cantada por Bebel Gilberto.
“Laços de Família” foi escrita por Manoel Carlos e teve direção geral e de núcleo de Ricardo Waddington e foi exibida originalmente de 05 de junho de 2000 a 03 de fevereiro de 2001.