Esportes

ESPERANÇA

Inter vê clima de ‘já ganhou’ no Palmeiras e mantém foco no título

05/11/2018 21H33

A seis rodadas do fim do Brasileiro, o Internacional, cinco pontos atrás do líder Palmeiras, ainda vê a disputa do título em aberto. Os colorados, inclusive, não gostaram da euforia alviverde após recente vitória contra o Santos, o que classificaram como clima de “já ganhou”.
“Apesar do Palmeiras já parecer comemorar o título, tem muita coisa pela frente”, disse vice de futebol gaúcho, Roberto Melo. “Acreditamos que ainda dá, sim, mas temos que fazer a nossa parte. Não adianta nos preocuparmos com Palmeiras, Flamengo, sem fazer a nossa parte, que é vencer nossos jogos. Queremos fazer grandes jogos e só com estes resultados é que podemos ser campeões”, completou.
A repercussão da celebração palmeirense no último sábado (3) não foi boa no Sul, principalmente após a vitória colorada diante do Atlético-PR, que colocou a distância para o primeiro novamente em cinco pontos. O Inter soma 61, e o Palmeiras, 66.
Sem confronto direto, o time gaúcho precisa torcer por derrotas do Palmeiras em ao menos duas rodadas para, caso vença seus compromissos, ultrapassá-lo.
Mesmo admitindo o difícil cenário, o técnico Odair Hellmann mantém otimismo e, a exemplo do que fez durante todo campeonato, foca suas atenções ao trabalho do Inter, para que somente então possa torcer contra os adversários.
“É como eu sempre falei. Na minha carreira como atleta, na vida, e agora como treinador, eu procuro sempre olhar para dentro, para nós, para o nosso trabalho. É claro que vamos olhar o Palmeiras, os adversários, torcer para que percam. Mas o que adianta eles perderem e nós não ganharmos? A concentração é vital. Temos que focar nos nossos jogos, nas nossas vitórias”, afirmou o treinador.
Embasado pelo rendimento mantido, o comandante vermelho vê a regularidade como arma do Inter e ainda entende que é possível sonhar. “No primeiro turno, em 13 jogos, fizemos 23 pontos. No segundo, exatamente a mesma coisa. Estamos mantendo a regularidade, mesmo ganhando ou perdendo jogos diferentes. É muito difícil de se manter isso. Não saímos do topo da tabela desde a 11ª rodada. O Brasileiro é um campeonato de regularidade.”
“Temos três jogos em casa, mais três jogos fora. Temos que continuar sendo regulares, vencer os jogos em casa, buscar pontos fora. Cada jogo será mais decisivo para todo mundo, todos têm objetivos e isso transforma o emocional. É concentrar em nós, no trabalho, no dia a dia, para seguirmos fazendo nossos pontos e lá no final vamos ver como vai acabar”, completou o técnico.
O elenco Internacional se reapresenta nesta terça-feira (6). No próximo domingo (11), o adversário será o Ceará, fora de casa. Edenílson e Rodrigo Dourado voltam após cumprirem suspensão. (Folhapress)