Cotidiano

COVID19

Fiscalização faz mais de 20 multas, notificações e interdita empresas que não obedecem lei em Umuarama

28/11/2020 15H29

Empresas que se recusavam a liberar funcionário com exame positivado de covid19, bares e lanchonetes abertas após o horário estabelecido, festas em chácaras e mais de 20 notificações e multas que podem chegar a até R$ 5 mil é o resultado de apenas uma noite de trabalho, na sexta-feira (27), das equipes da Vigilância Sanitária amparadas pela Guarda Municipal.

Com o reforço também da Polícia Militar, os fiscais visitaram estabelecimentos e observaram o cumprimento das medidas determinadas para o enfrentamento da pandemia, que tem feito um número crescente de vítimas graves – já são mais de 3,2 mil infectados e 30 mortes, além da superlotação nos leitos hospitalares disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde.

O trabalho dos fiscais envolve orientação e notificação, em caso de irregularidades. As ações iniciadas às 7h desta sexta-feira, 27, se estenderam até a 1h da manhã deste sábado. Por volta da meia-noite guardas municipais orientaram adolescentes que estavam no Lago Aratimbó sobre o toque de recolher e eles acataram prontamente. Vários estabelecimentos comerciais foram visitados, entre os quais houve cerca de 20 notificações, multas e interdições.

Foram notificados três bares na Estação Rodoviária, mais dois nas praças Sete de Setembro e Tamoio e outros na Av. Ângelo Moreira da Fonseca, mercearia na Manaus, lanchonete na Rua Guadiana, bares na Rua Tomé de Souza, na Avenida Tiradentes, na baixada da Avenida Londrina e sorveteria. A Guarda Municipal recebeu também várias denúncias por telefone e realizou fiscalizações noturnas. Alguns locais denunciados, porém, já estavam fechados no momento das visitas, que ocorreram na cidade e distritos.

Uma conveniência foi notificada na Av. Brasil, próximo ao Colégio Bento Mossurunga, três lanchonetes foram notificadas em Serra dos Dourados, mais uma sorveteria na Praça Nossa Senhora da Glória, lanchonete na Avenida Goiânia, um bar na Avenida Zaeli foi multado. Além disso, uma fábrica de estofados foi multada e interditada sob suspeita de mantendo a linha de produção com funcionários contaminados. Nos distritos de Santa Eliza e Lovat os bares atenderem às determinações e estavam fechados.

Por volta das 22h15, em operação com a Vigilância Sanitária, a Guarda Municipal deslocou até a Av. Rolândia onde havia denúncia de uma “Live”, o que foi confirmado através das câmeras de monitoramento. A equipe teve o apoio da Polícia Militar. Os responsáveis pelo evento foram multados, bem como as pessoas presentes.

Às 23h30 a central da Guarda visualizou, através de videomonitoramento na Estação Rodoviária, o dono de um bar comercializando bebida alcoólica para pessoas em situação de rua e trocando a mercadoria por um facão, que foi escondido em uma árvore próximo a um ponto de táxi. O comerciante estava acompanhado de mais três pessoas, que foram abordadas por uma equipe. O facão foi recolhido e os GMs lavraram o termo de constatação Covid-19. A fiscalização continua neste sábado e no domingo, para garantir o cumprimento das normas estabelecidas nos decretos municipais.