Aragão Filho

21/11/2018

Aragão Filho

20/11/2018 19H18

Ratinho JR propõe redução de repasses

ao Legislativo para aumentar investimentos no estado

O governador eleito, Ratinho Junior, visitou o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano, para discutir proposta de redução do repasse de recursos para o Legislativo. A proposta de Ratinho Junior é reduzir o percentual de 3,1% do orçamento do Estado para 2,5%. O primeiro secretário da Alep, deputado Plauto Miró, também participou da reunião. A proposta será discutida na Alep que deve encaminhar ofício à governadora para enviar proposta de discussão do tema em plenário. A prerrogativa de enviar projetos que definam redução ou aumento de recursos é exclusiva do executivo.

Comunicação

Marcos Koren, ex-chefe de comunicação da superintendência da Polícia Federal no Paraná, respeitado entre os colegas pela transparência com que trata a informação, já está em Brasília, integrado à equipe de transição do futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Moro está se cercando de profissionais que trabalharam com ele na Lava Jato, gente da sua mais estrita confiança.

Ele já tem uma tremenda equipe pronta para trabalhar numa esfera mais alta, levando conhecimentos importantes da maior investigação de corrupção da história mundial.

Palestra

Buenos Aires é sede da Conferência Latino-Americana e Caribenha.

Uma das palestras aguardadas é a da ex-presidente Dilma.

O tema a ser abordado pela nossa impoluta representante será “democracia, cidadania e estado de exceção”.

Eu sei, dá um medo enorme do que pode sair…

Casa de Custódia

O pedido do Executivo Municipal para que Projeto de Lei que prorrogava por mais 10 anos o prazo para construção de uma Unidade Prisional na cidade, foi rejeitado por unanimidade pelos vereadores, na sessão plenária desta segunda-feira (19).

Calma, gente, não foi aqui não.

Foi em Guara.

Relaxa, vai…

Médicos cubanos

O Paraná possui 458 médicos cubanos atuando em 187 municípios.

Na maioria dos municípios não haverá prejuízo no atendimento à população, como é o caso de Umuarama.

Escutei que a saúde pública vai virar um caos com a saída dos médicos cubanos.

Esquecem que a saúde brasileira sempre foi um caos, antes, durante e, certamente continuará depois deles.

Ongs e índios

Na Amazônia tem trocentas ongs “cuidando” dos índios em suas reservas ricas em minerais e flora capaz de gerar fortunas em bio-pirataria.

Já para os índios que perderam suas terras e viraram sem-teto, não se vê nenhuma ong se propondo a fazer algo.

Quantas ongs o prezado já viu cuidando dos índios nas ruas de Umuarama?

O que isso significa?

Nada, é só para refletir sobre cuidados x interesses humanos…

Papo rápido

– Tem xampu neutro?

– Tá em falta. Só tem com viés ideológico…

O Novo

Por enquanto apenas o partido Novo parece, de verdade, partido novo.

É do Novo a iniciativa de um abaixo-assinado em que pede para que Michel Temer vete o reajuste de 16,38% para o Judiciário, que deve ser sancionado ainda hoje, quarta-feira.

Os demais partidos permanecem naquela de ficar caladinho, ou fazer uma marolinha discreta só para não dizer que não falei das flores, enfim, permanecem velhos partidos.

O petróleo é nosso

O petróleo é nosso, mas os lucros vão para os acionistas e para o jogo de cifrões da bolsa de valores.

Roberto Castello Branco, futuro presidente da Petrobras, defendia a venda da empresa até a semana passada, antes da sua indicação.

Mudou de ideia assim que foi convidado para o cargo.

O petróleo, porém, continua pertencendo a, pertencendo a…quem mesmo?

Cada vez que abasteço o carro sou convencido pela realidade; o petróleo nunca foi nosso…

Ele disse:

A eleição da OAB radicalizou, parece a que elegeu Bolsonaro. E os eleitores não têm um amoedo para fingir que votam pra valer.”

De Rogério Distéfano sobre a eleição na OAB/Pr.