Aragão Filho

Coluna

Aragão

19/08/2020 07H26

A história do empresário Joaquim Martins contada em livro

Joaquim Martins entrega livro ao empresário Ilídio Coelho Sobrinho

Joaquim F. Martins autografa o livro

O empresário conheceu a estrutura do Umuarama Ilustrado

O empresário e produtor rural Joaquim Fernandes Martins, de Umuarama, prestes de completar 84 anos de idade, revela os detalhes da sua trajetória de empreendedorismo, desde a saída de Portugal com 18 anos, na década de 50 até os dias atuais em um livro que acaba de ser lançado.

Nesta terça-feira, o empresário esteve em visita ao jornal Ilustrado, onde autografou um exemplar do livro para o diretor do jornal e da Ilustrada FM, Ilídio Coelho Sobrinho. E recordou os laços de amizades com familiares de Ilídio na chegada e permanência em Icaraíma onde surgiu a rede de Supermercados Planalto.

Joaquim Martins chegou em Icaraíma em 1958 e depois expandiu para cidades vizinhas e em 1970 se instalou em Umuarama, onde continua com a sede das empresas e seu maior número de unidades da rede Planalto, o carro-chefe do grupo. O empresário aproveitou a visita ao jornal para agradecer pela acolhida que sua família teve no Brasil, principalmente em Icaraíma e Umuarama onde construiu inúmeras amizades, recebeu e recebe a confiança de milhares de clientes, colaboradores, fornecedores e outras pessoas que o rodeiam.

A biografia foi escrita por Elias Awad e no início sintetiza bem quem é Joaquim F. Martins: “O imigrante português que se tornou um dos principais empreendedores do Paraná”. E o próprio Joaquim parafraseia: “O Brasil é o melhor país do mundo para se viver”.

Livres

Dos 399 municípios do Paraná, apenas dois ainda não registraram a presença do coronavírus: Boa Ventura de São Roque e Godoy Moreira.

Juntos, eles têm 9.407 habitantes.

No dia 25 de julho eram dez as cidades paranaenses sem covid-19.

Logo, é questão de tempo para os dois últimos redutos registrarem a presença do vírus.

É o avanço sequencial.

Apoio à Lava Jato

Políticos e empresários corruptos, mais um naco do STF, querem acabar com a Lava Jato.

A população manda dizer que continua apoiando firmemente os trabalhos da Força Tarefa do Ministério Público Federal em Curitiba.

O levantamento da Paraná Pesquisa feito nos dia 11 a 15 de agosto mostrou a vontade do verdadeiro dono do poder, o povo; 78,1% dos 2.260 brasileiros de todos os estados ouvidos são favoráveis à continuidade dos trabalhos dos promotores.

Apenas 15,8% são contra.

6,1% não souberam opinar.

Papo rápido

– Qual vacina você vai escolher; a chinesa, a de Oxford, a da Pfizer ou a russa?

– Pra falar a verdade, não sendo o tratamento de ozônio de Itajaí, qualquer uma serve…

Trilha sonora

A coluna foi escrita ao som de Ginger Baker’s Air Force, excelente banda inglesa de jazz fusion.

Alerta; não deve agradar muito a quem não curte longos solos de bateria, mesmo sendo Ginger Baker o baterista.

Open bar

Câmara de vereadores de Cascavel aprovou regulamentação para ‘cervejadas’, como são chamadas as festas ‘open bar’, onde o ingresso vale bebida liberada até cair em coma alcoólico.

Haverá limite de horário, só será liberado alvará para CNPJ e não mais para CPF como antes e outras restrições…

Acabou a moleza.

Em Umuarama, houve uma tentativa de impor freios as festas semelhantes, mas os vereadores foram vencidos pela pressão dos organizadores deste tipo de evento.

Como disse o vereador cascavelense Alécio Spínola, um dos autores do projeto, “é uma festa que é só orgia, sexo e bebida”.

Prova de vida

Prova de Vida pelo celular começa amanhã, quinta-feira, dia 20.

O INSS vai iniciar um projeto piloto com 500 mil aposentados.

O procedimento será por meio de uma selfie.

Procedimento simples que evita muito dissabor para o aposentado.

Metafísico

E se a gente vendesse todos os estádios da Copa e investisse todo o dinheiro na saúde?

Ele disse:

Líder do governo na Câmara dos Deputados. No meu primeiro dia de trabalho, café com o presidente Bolsonaro as 7h30. Deus ajuda quem cedo madruga. Agradeço a oportunidade de juntos construirmos um Brasil melhor. Peço o apoio de todos os meus colegas deputados”.

De Ricardo Barros, ontem em postagem no seu Twitter.

Fechar escola

Fiep diz que tenta ‘salvar’ unidades do Colégio Sesi ameaçadas de fechamento, como a unidade de Umuarama.

Diante da repercussão negativa, o Sistema Fiep esclarece que a medida está ainda em análise.

E aí, alguém para gritar por nós?

Começou mal

A campanha política começou em Umuarama, e não começou como deve, com propostas para a cidade.

O básico basta, por exemplo, o que pretende fazer, como vai fazer, quanto vai custar e como vai pagar o que pretende fazer, apontar de onde virá o dinheiro.

Mas não, começa com pancadaria abaixo da linha da cintura.

Não sei como reagirá o eleitor nas urnas, mas parece que este tipo de tática pode ter efeito contrário.

Pobre de ti, Umuarama, cujo destino parece ser o de ter o futuro obstado por quem jurou te fazer sempre grande, bela e para todos!

Escrito apenas ontem…

Não é que o gênio se adiante um século ao seu tempo, é a Humanidade que se encontra cem anos atrás dele.

– Robert Musil.

Contas

Nem todo pré-candidato a vereador está fazendo as contas direito sobre quantos votos serão necessários para se eleger.

A reforma eleitoral de 2017 acabou com as coligações e criou enormes dificuldades para partidos menores.

Contando com 60 mil votos válidos em Umuarama, serão necessários cerca de seis mil votos para o partido eleger um vereador.

A disputa será atípica.